Após Operação Carne Fraca, Europa exige normas de segurança do Mercosul

O principal sindicato de agricultores europeus Copa-Cogeca pediu nesta segunda-feira (20) que sejam garantidas as normas de segurança da União Europeia nas negociações em curso com os países do Mercosul, ao expressar sua preocupação com o escândalo da carne brasileira. “A respeito das conversações comerciais com o Mercosul, enviamos uma carta à Comissão Europeia pedindo que sejam cumpridas nossas normas de segurança e que os países do Mercosul garantam o rastreio individual do gado”, indica um comunicado do secretário-geral desta organização, Pekka Pesonen.

Para Pesonen, o bloco sul-americano não tem os mesmos padrões de segurança que a União Europeia, dando como exemplo “o caso do Brasil”, e pediu a Bruxelas que alcance “acordos justos e equilibrados sobre a agricultura em qualquer acordo comercial” para não comprometer os padrões de segurança europeus.

A questão da carne é um dos temas sensíveis nas negociações entre o bloco europeu, por um lado, e o Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai), do outro, para alcançar um acordo comercial cujas primeiras conversações remontam a 1999 e foram retomadas em 2010 depois de um intervalo de vários anos.

Neste contexto, o escândalo da operação “Carne Fraca” no Brasil, no qual a Polícia Federal desmontou um esquema de propinas dos frigoríficos pagas aos inspetores sanitários para poder camuflar alimentos inapropriados para consumo, aconteceu dias antes do início uma nova rodada de negociações entre os dois blocos nesta segunda-feira, em Buenos Aires.

As conversações na Argentina entre os dois blocos, que decidiram adiar as discussões sobre a carne até a celebração das eleições presidenciais e legislativas na França (abril-junho), são cruciais para saber se é possível alcançar um eventual acordo até o final de 2017.

Fonte? Folha PE

Blog do Deputado Federal Gonzaga Patriota (PSB/PE)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clipping
Moro cancela audiências de processo que envolve Sítio de Atibaia por causa da paralisação dos caminhoneiros

O Juiz Sérgio Moro, que é responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, decidiu suspender as audiências de um processo da Operação Lava Jato marcadas para segunda-feira (28) por causa da greve dos caminhoneiros. As audiências envolvem testemunhas de defesa relacionadas ao processo do Sítio em Atibaia. O ex-presidente Lula …

Clipping
Aeroporto do Recife e mais 11 ficam sem combustível

Ao menos 12 aeroportos do país estão sem combustível nesta sexta-feira (25) por conta da paralisação de caminhoneiros, iniciada na última segunda (21). Eles continuam abertos, segundo a Infraero, mas só pousam e decolar as aeronaves que já tiverem reserva de querosene. O aeroporto de Brasília afirmou que suas reservas se esgotaram por volta das 8h, após …

Clipping
Mais de 1 bilhão de animais podem morrer, alerta entidade

Pelo menos 1 bilhão de aves e 20 milhões de suínos poderão morrer nos próximos dias devido à falta de ração no campo, fora os animais que estão em caminhões não autorizados a transitar nas rodoviais do país. Com a paralisação dos caminhoneiros, o risco aumentou, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal …