Dilma reage e diz que nunca autorizou caixa dois

A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira, 19, que nunca autorizou caixa dois em suas campanhas. Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, Dilma reagiu às denúncias do publicitário João Santana e sua sócia e mulher Mônica Moura – seus marqueteiros em 2010 e em 2014 – de que receberam recursos não contabilizados das campanhas da petista.

“Dilma Rousseff nunca autorizou, em suas campanhas, a arrecadação de recursos por meio de caixa dois”, afirma o texto de sua assessoria. “As únicas pessoas autorizadas a captar dinheiro, em conformidade com a legislação eleitoral, foram os tesoureiros regularmente investidos nessas funções nas campanhas de 2010 e 2014.” João Santana e Mônica Moura foram ouvidos nesta terça, 18, pelo juiz federal Sérgio Moro, na ação penal em que o casal é réu ao lado do ex-ministro Antonio Palocci e o empreiteiro Marcelo Odebrecht.

Segundo a nota, “nas duas eleições, a orientação de Dilma Rousseff sempre foi clara e direta para que fosse respeitada a legislação eleitoral em todos os atos de campanha”.

“Ela nunca teve conhecimento de que suas ordens tenham sido desrespeitadas”, afirma a assessoria de imprensa da petista. “Todos que participaram nas instâncias de coordenação das duas campanhas sempre tiveram total ciência dessa determinação.”

Dilma disse que espera “isenção e imparcialidade” das investigações da Operação Lava Jato. “Que permitam ao final que a Justiça seja feita, em respeito ao Estado Democrático de Direito.”

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clipping
Protesto de caminhoneiros afeta fornecimento e gasolina chega a ser vendida a R$ 8,99 no Recife

Motoristas formaram filas para abastecer e postos fecharam por falta de combustível nesta quarta (23). Porto de Suape tem operação comprometida. preço do litro da gasolina chegou a ser vendido a R$ 8,99 nesta quarta-feira (23) no Recife após o abastecimento dos postos de combustíveis ser afetado devido ao terceiro …

Clipping
Apenas três estados da Amazônia Legal não têm interdições mapeadas pela Polícia Rodoviária Federal

Os caminhoneiros bloqueiam rodovias federais de seis estados da Amazônia Legal. Eles participam da greve nacional que revindica, entre outras pautas, a redução no preço dos combustíveis. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, no Mato Grosso, já são 16 pontos de interdição. Em Cuiabá, Sapezal e Sinop, o bloqueio …

Clipping
Eletrobras espera alternativas para privatização até o fim do ano

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior, não descarta a privatização da Eletrobras para este ano ainda. Apesar da retirada de pauta da MP 814, que abre caminho para a venda da companhia, na noite de ontem (22), ele disse que está otimista com alternativas para apresentação de um novo texto para …