Gonzaga Patriota destaca aniversário de Araripina, a Capital Mundial do Gesso, na Câmara dos Deputados

Hoje, 11 de setembro é o aniversário de emancipação política do município de Araripina no Sertão, de Pernambuco. Conhecida como Capital de Gesso, a cidade vive um excelente momento na economia e isso se deve ao excelente trabalho executado pelo Prefeito Dr. Raimundo Pimentel e toda a sua competente equipe. Parabéns, povo de Araripina!

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) homenageou a cidade em discurso na Câmara. Veja:

Detalhes sobre a cidade

Araripina fica a 690 km da capital pernambucana, Recife. Localiza-se a uma latitude 7º34’34” sul e a uma longitude 40º29’54” oeste. Tem o quinto maior PIB do Sertão de Pernambuco, atrás apenas de Serra Talhada, Arcoverde, Petrolândia e Petrolina6 . Araripina é a maior cidade do Pólo Gesseiro de Pernambuco, o mais importante do país, responsável por 95% do gesso consumido no Brasil.

Araripina constituía um distrito de Ouricuri e tinha a denominação de São Gonçalo. O distrito de São Gonçalo foi criado pela Lei Municipal de 1 de julho de 1893, contando na época com 08 ou 10 casas e a capelinha de Nossa Senhora da Conceição, primeira e única padroeira do lugar. A Lei Estadual nº. 991, de 1 de julho de 1909, elevou o povoado a vila como distrito de Ouricuri. Em 1922, o Bispo de Pesqueira, Dom José Lopes criou a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de São Gonçalo do Sauhem, que até 1933 ficou sob a responsabilidade do Vigário de Ouricuri.
O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.8 Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

O município de Araripina encontra-se inserido nos domínios da Bacia Hidrográfica do Rio da Brígida. Seus principais tributários são os riachos: da Ventania, dos Moraes, dos Cocos, São José, Marinheiro, Bom Jardim, S ão Pedro, Grande, Pitombeira, Conceição, Jatobá e do Bonito. Os principais corpos de acumulação são as lagoas: do Crispim, da Onça, Redonda, do Barro, do Alvino, Fechada, Seca, do Perigo, da Manga e do Arroz, além dos açudes: Lagoa do Barro, Barriguda, Araripina (Baixio) e Rancharia. Todos os cursos d’ água no município têm regime de escoamento intermitente e o padrão de drenagem é o dendrítico.

O clima do município é o semiárido. No verão é quente, com máximas entre 31°C e 36°C, com mínimas entre 18°C e 22°C. No inverno é ameno, com máximas entre 24°C e 28°C, com mínimas entre 14°C e 17°C. A primavera é o período mais seco e quente da cidade, com máximas podendo alcançar os 37°C.

O município de Araripina, está inserido na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja, que representa a paisagem típica do semiárido nordestino, caracterizada por uma superfície de pediplanação bastante monótona, relevo predominantemente suave-ondulado, cortada por vales estreitos, com vertentes dissecadas. Elevações residuais, cristas e/ou outeiros pontuam a linha do horizonte. Esses relevos isolados testemunham os ciclos intensos de erosão que atingiram grande parte do sertão nordestino. Parte de área, a norte, está inserida na unidade geoambiental das Chapadas Altas.

A vegetação é basicamente composta por Caatinga Hiperxerófila com trechos de Floresta Caducifólia. Com respeitos aos solos, nos Patamares Compridos e Baixas Vertentes do relevo suave ondulado ocorrem os Planossolos, mal drenados, fertilidade natural m édia e problemas de sais; Topos e Altas Vertentes, os solos Brunos n ão Cálcicos, rasos e fertilidade natural alta; Topos e Altas Vertentes do relevo ondulado ocorrem os Podzólicos, drenados e fertilidade natural m édia e as Elevações Residuais com os solos Litólicos, rasos, pedregosos e fertilidade natural média.

O principal vetor econômico do município (e da Microrregião do Araripe), é a exploração e comercialização de calcário e principalmente de gipsita, a matéria-prima do gesso, minério do qual a região do Araripe é responsável por 95% da produção brasileira e por cerca de 20% das reservas nacionais. Araripina possui um distrito industrial com Indústrias de Fiação de fios de algodão ARTESA – Araripe Têxtil S/A Fiação Pé de Serra S/A e de calçados ARECA S/A. E agora também vem se destacando na produção de mel, e esta ocupando o primeiro lugar no ranking nacional de produção de mel. Estreando futuramente o Gypsum Mall (Shopping).

Gostaria de aproveitar a ocasião, Senhor Presidente, para falar do excelente momento vivido pela economia do município. Isso se deve ao excelente trabalho executado pelo Prefeito Dr. Raimundo Pimentel e toda a sua competente equipe. Parabéns ao povo de Araripina.
.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atividades
Gonzaga Patriota visita o município de Bonito ao lado do Governador Paulo Câmara

Em visita ao município de Bonito, nesta sexta (19), o deputado federal Gonzaga Patriota esteve ao lado do governador Paulo Câmara no lançamento da pedra fundamental de duas importantes instituições: a Companhia de Polícia Militar e o Batalhão do Corpo de Bombeiros do município. As obras são fruto de esforços …

Clipping
Papa pede preservação da natureza e da cultura indígena na Amazônia

Em sua primeira missa no Peru, o papa Francisco pediu nesta sexta-feira (19) para preservar a Amazônia dos interesses dos “grandes negócios e da ganância consumista” e chamou o tráfico de pessoas de “escravidão”. Francisco começou a visita por Puerto Maldonado, a 232 km da fronteira com o Acre. Diferentemente …

Clipping
Maior lixão da América Latina encerrará atividades neste sábado

Considerado o maior lixão da América Latina, o Lixão da Estrutural será desativado, após quase 60 anos em funcionamento. Com aproximadamente 200 hectares, a área fica próxima ao Parque Nacional de Brasília e a cerca de 20 quilômetros da Esplanada dos Ministérios. O local integra a lista dos 50 maiores …