Milhares de pessoas exigem que governo da Espanha receba mais refugiados

Milhares de cidadãos foram hoje (17) às ruas de Madri pedir que o governo cumpra o compromisso de receber 17 mil refugiados até setembro. Em uma marcha que partiu da Praça de Cibeles e foi encerrada na Praça da Espanha, os manifestantes de mais de 100 plataformas cidadãs e organizações sociais uniram suas vozes para exigir o fim de uma postura forte da Europa contra os refugiados.

“A Espanha está preparada, e os orçamentos também. As ONGs [organizações não governamentais] que trabalham na acolhida sabem o que se pode e o que se deve fazer. Pedimos não um ato de solidariedade, mas apenas que cumpram a responsabilidade e o compromisso internacional”, afirmou à Agência EFE a porta-voz da plataforma Cear, Cristina Sirur.

Na marcha, os manifestantes gritaram palavras de ordem como “Parem as guerras”, “Nenhuma pessoa é ilegal”, “Acolhida humana e digna”, “Pontes, não muros”, “Nem guerras nem fronteiras”.

“Diante da falta de compromisso do governo, milhares de cidadãos foram às ruas exigir que os compromissos sejam cumpridos porque há milhares de pessoas nas fronteiras”, disse a ativista.

“Queremos uma Espanha e uma Europa acolhedoras. Que se deixe de vulnerar [ferir] os direitos das pessoas que buscam refúgios, que as instituições entrem em acordo para fazer uma acolhida mais favorável possível porque não é um número escandaloso”, completou Cristina Sirur.

A iniciativa foi apoiada por todos os partidos, exceto o Partido Popular (PP), do presidente do governo da Espanha, Mariano Rajoy, e pelo Ciudadanos.

A três meses do fim do prazo dado pela União Europeia para que a Espanha receba mais de 17 mil refugiados, o país só cumpriu 7% da meta, recebendo 1.304 pessoas que estavam na Grécia, Itália, Turquia e no Líbano.

Em comunicado, os manifestantes exigiram que a Espanha estabeleça vias legais e seguras para que os refugiados não arrisquem suas vidas. Pediram também que o país aumente o número de vagas para recebê-los.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clipping
Posto avançado do Detran é implantado em Dormentes

A prefeita de Dormentes, Josimara Cavalcanti, solicitou uma reunião com o diretor presidente do Detran, Charles Ribeiro, para informar que o posto avançado do Detran foi implantado no município.   Na oportunidade, Josimara disse ao dirigente da Autarquia que o processo de integração daquele município ao Sistema Nacional de Trânsito …

Clipping
O risco de a longevidade feminina ficar em segundo plano

A longevidade feminina permanece em segundo plano, mesmo quando se sabe que a expectativa de vida da mulher é maior. É por esse motivo que o tema se tornou uma prioridade para a médica, geriatra e gerontóloga Andrea Prates, com mais de 30 anos de experiência e que trabalha como …

Clipping
Estudantes indígenas são os que menos contam com apoio público para pagar a universidade

Os estudantes indígenas formam o grupo com menor percentual de atendimento nas três principais políticas públicas de acesso ao ensino superior. Segundo os dados mais recentes do Censo da Educação Superior, 63% dos indígenas que estavam matriculados em 2016 não conseguiram vaga na rede pública, não foram selecionados para contratos …