Prisão de membros do PCC no Paraguai é resultado de colaboração federal, diz GSI

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI) considerou hoje (12) que a prisão de criminosos da organização Primeiro Comando da Capital (PCC) no Paraguai, e a consequente transferência para o Brasil, ocorrida nesta sexta-feira (11), é decorrente de ações de segurança e inteligência feitos pelo governo federal no Rio de Janeiro. Em nota pública, o GSI aponta o apoio dos órgãos brasileiros de investigação para a ação no Paraguai.

“No escopo da cooperação federal de combate a organizações criminosas, em particular contra facções com atuação no Rio de Janeiro, a Polícia Nacional do Paraguai prendeu e deportou integrantes do PCC com o apoio da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e da Polícia Federal (PF)”, diz a nota.

De acordo com o GSI, as ações integradas de segurança que estão ocorrendo no Rio de Janeiro, no âmbito do Plano Nacional de Segurança, preveem “uma atuação abrangente, incluindo demais estados da Federação e países vizinhos”, que propiciou o sucesso da operação paraguaia.

“No caso do Paraguai, a cooperação de inteligência permitiu a coleta de dados e o intercâmbio de informações”, conclui a nota.

Os bandidos brasileiros presos já foram entregues pelas autoridades paraguaias ao Brasil. Eles são ligados ao PCC e participaram do assalto à empresa Prosegur, no Paraguai, quando foram roubados cerca de US$ 12 milhões.

Os seis brasileiros detidos foram levados de avião a Ciudad del Este, no Paraguai, de onde foram conduzidos por estrada ao território brasileiro, através da Ponte da Amizade. Durante este último trecho, os detidos foram escoltados por um comboio de vários veículos, coordenado pelo Grupo Especial de Operações da Polícia (GEO).
Dos seis presos, cinco foram detidos na terça-feira (8) durante uma operação antidrogas em um local de criação de gado em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil, onde também foram detidas outras dez pessoas.

No assalto à empresa de segurança no Paraguai, em abril último, participaram cerca de 50 pessoas fortemente armadas, que explodiram parte do edifício e mataram um membro do GEO.

Fonte: AB

Blog do Deputado Federal Gonzaga Patriota (PSB/PE)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clipping
Anvisa suspende venda de fraldas da marca Turma da Mônica

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou hoje (18), em resolução publicada no Diário Oficial da União, a suspensão da venda de parte dos lotes de fraldas descartáveis do modelo Tripla Proteção, da marca Huggies Turma da Mônica, recomendando que os consumidores que já tenham comprado unidades consideradas irregulares …

Clipping
Temer sanciona lei que permite venda direta do óleo do pré-sal

Após aprovação pelo Senado e Câmara dos Deputados, já está em vigor a lei que autoriza a venda direta de óleo do pré-sal sem a necessidade de agentes intermediários. A venda será feita pela estatal Pré-Sal Petróleo S/A (PPSA), que poderá negociar diretamente com outras empresas a parte de óleo …

Clipping
Trump cria força armada do espaço sideral

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou hoje (18) a criação de uma Força Espacial. A força seria um sexto braço independente das forças armadas do país. O anúncio foi feito durante reunião do Conselho Nacional do Espaço. “Eu estou aqui ordenando o Departamento de Defesa e o Pentágono …