Assassinatos caem 30,74% em abril, diz Secretaria de Defesa Social

Clipping
Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) caíram pelo terceiro mês consecutivo, em abril, e atingiram o menor patamar dos últimos 21 meses em Pernambuco. Foram registrados 356 homicídios, melhor marca desde julho de 2016. Segundo a Secretaria de Defesa Social, os dados representam a continuidade de uma curva descendente iniciada em janeiro de 2018. De acordo com o órgão, 73,3% dos casos registrados em abril tiveram relação com o tráfico de drogas, acertos de contas e outras atividades criminais.
A diminuição foi de 30,74% em comparação a abril de 2017, quando houve 514 casos. Considerando os primeiros quadrimestres deste ano e do ano passado, a retração foi de 21,98%, com 1.590 crimes em 2018 e 2.038 em 2017. Uma diferença de 448 crimes a menos. Todas as macrorregiões de Pernambuco apresentaram números menores, tanto
em abril quanto no primeiro quadrimestre de 2018, em relação aos mesmos períodos de 2017.

Considerando só abril, em comparação com o mesmo mês do ano passado, o Agreste reduziu as mortes em 29,8% (de 131 para 92), a RMR teve queda de 27,3% (139 para 101), a Zona da Mata retraiu 43,9% (114 a 64) e o Sertão teve a diminuição mais tímida, de 8,62% (58 a 53). O Recife, por sua vez, atingiu o decréscimo de 36,1% (72 a 46).

Na análise dos primeiros quadrimestres de 2017 e 2018, o Agreste teve redução de 25,4% (de 453 homicídios para 338), a RMR recuou 19,8% (595 a 477), a Zona da Mata diminuiu 20,3% (443 para 353) e o Sertão 11,49% (235 para 208). Já a capital registrou 31,4% menos CVLIs no mesmo comparativo, passando de 312 para 214 mortes.
Dos 184 municípios pernambucanos, 90 não notificaram nenhum CVLI em abril de 2018, e 75 alcançaram reduções nesse tipo de crime (que engloba homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte), quando comparadas ao mesmo mês do ano anterior. Em 16 cidades, os números não se alteraram em relação a abril de 2017. Nos municípios abrangidos pela Diretoria Integrada do Interior 2, que abarca todo o Sertão, nenhum homicídio ocorreu nos dias 1, 13 e 20 de abril. Já na área da Diretoria Integrada do Interior 1, responsável pelo Agreste e Zona da Mata, houve zero CVLI no dia 4 de abril.
“As estatísticas demonstram que o planejamento e a execução de ações de segurança pública, com investimentos importantes na contratação de policiais, viaturas, equipamentos e mapeamento das manchas criminais, estão alcançando resultados importantes, com consistência”, disse o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua.
Drogas – A maior parte dos homicídios praticados em abril de 2018 tem relação com tráfico de drogas, acertos de contas e outras modalidades criminais. Das 356 vítimas, 73,31% foram assassinadas por essas motivações. Um levantamento preliminar da SDS sobre o histórico dessas vítimas mostra que 137 delas, parcela correspondente a 38,48%, já haviam sido submetidas ao sistema de justiça criminal.

Menos mulheres vítimas
Abril de 2018 registrou o menor número de homicídios de mulheres dos últimos quatro anos em Pernambuco. Houve 13 vítimas de CVLIs, das quais uma foi alvo de um feminicídio –  crime praticado devido à condição de mulher da vítima. O menor número havia sido em maio de 2014, com 12 casos. O único feminicídio de abril vitimou uma jovem de 20 anos, morta em em Olinda. O marido e pai dos dois filhos dela foi preso no dia 9 de maio e
encaminhado ao Cotel.
Em relação a abril de 2017, a quantidade de feminicídios caiu 88,89%, uma vez que no ano passado ocorreram nove crimes. No comparativo entre o primeiro quadrimestre de 2018 com o do ano anterior, o número decresceu de 29 para 13 casos (-55,17%). Em nota, a governo do estado destacou que vem investindo em políticas públicas que fortalecem a segurança das mulheres.

Em outubro de 2017, o governador Paulo Câmara assinou decreto retirando o termo crime passional dos boletins de ocorrência. Com isso, as mortes de mulheres praticadas com o objetivo de subjugá-la pelo fato de ser mulher passaram a ser

tipificadas como feminicídio, com pena prevista de 12 a 30 anos de reclusão – mais rígida do que um homicídio simples, que prevê de 6 a 20 anos. Também foram inauguradas duas novas Delegacias da Mulher (Afogados da Ingazeira e Cabo de Santo Agostinho), elevando o total de unidades para 11 no estado.
Números
356 – pessoas foram assassinadas em Pernambuco em abril de 2018
13 – mulheres estão entre as vítimas
137 – vítimas tinham passagem pela Justiça Criminal
541 – armas foram apreendidas no estado em abril
2.622 – acusados de crimes foram presos em flagrante
90 – cidades não notificaram nenhum CVLI em abril
Atividades
Gonzaga Patriota recebe maior honraria da Marinha do Brasil

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB/PE) recebeu, nesta quinta-feira (13), a Medalha Mérito Tamandaré, uma das mais expressivas condecorações de paz da Marinha do Brasil e extensiva a civis. Nesta data, comemora-se o nascimento de Joaquim Marques Lisboa, o almirante Tamandaré, patrono da Marinha Brasileira. Por isso, é celebrado também …

Atividades
Gonzaga Patriota será o entrevistado do Programa Palavra Aberta

Na próxima segunda-feira (17), o deputado federal Gonzaga Patriota estará participando do programa Palavra Aberta, na TV Câmara, às 07h30. Na ocasião, o parlamentar irá relembrar os 30 anos da Constituição Brasileira. Palavra Aberta O Palavra Aberta é o espaço em que o parlamentar expõe suas ideias, fala de propostas …

Clipping
Lula vira réu em caso de Guiné Equatorial

A Justiça Federal recebeu hoje (14) denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na qual se tornou réu por lavagem de dinheiro porque teria recebido R$ 1 milhão do grupo brasileiro ARG. Os valores teriam sido dissimulados na forma de doação ao Instituto …

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.