Ex-presidente argentina Cristina Kirchner será julgada por lavagem de dinheiro

Clipping
A ex-presidente argentina Cristina Kirchner e seus dois filhos serão julgados por lavagem de dinheiro no caso envolvendo o aluguel de hotéis da família, informou uma fonte judicial. A justiça entendeu que os Kirchner formaram “um complexo esquema societário com a finalidade de recolocar no mercado parte do dinheiro obtido com fraudes envolvendo o Estado”, revela decisão publicada no Centro de Informação Judicial da Suprema Corte.
Cristina Kirchner e seus filhos Máximo e Florencia tiveram ainda 800 milhões de pesos (31 milhões de  dólares) embargados.
Segundo o processo, os denunciados obtinham dinheiro “através da concessão irregular de obras públicas na província de Santa Cruz” (sur), feudo político do finado presidente Néstor Kirchner.
Além dos Kirchner, o processo envolve ainda Cristóbal López, ex-líder de um império de negócios na  Argentina, já detido por sonegação de impostos.
Cristina Kirchner é senadora e Máximo ocupa uma cadeira de deputado no Congresso.
O processo é conhecido como “Hotesur”, nome da administradora dos hotéis dos Kirchner, e foi deflagrado em 2004 por uma denúncia da então deputada opositora Margarita Stolbizer.
Kirchner já responde a outros processos, envolvendo a concessão de obras públicas ao empresário Lázaro Báez; o encobrimento de acusados pelo atentado contra a associação judaica AMIA (1994), e por operações financeiras do Banco Central no final de seu segundo mandato com o “dólar futuro”.
Clipping
Delator diz que empresário comprou 4 votos para Rio sediar Olimpíadas

Carlos Miranda, amigo de infância do ex-governador carioca Sérgio Cabral (MDB) e apontado como operador do esquema de corrupção liderado pelo político emedebista, afirmou à Justiça Federal nesta segunda-feira (21/5) que o empresário Arthur Soares Filho pagou US$ 2,5 milhões (cerca de R$ 9,22 milhões) para comprar quatro votos de …

Clipping
Empresa da sogra de Lulinha fez pagamentos a operador, diz MPF

Uma empresa que tem como sócia a sogra do filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fábio Luis da Silva, o Lulinha (foto em destaque), fez pagamentos para uma das companhias utilizadas pelo operador Adir Assad, que já firmou acordo de colaboração premiada na Operação Lava Jato. As informações, baseadas …

Clipping
Vice-secretário de Estado dos EUA vem ao Brasil discutir Venezuela

A instabilidade política da Venezuela será um dos assuntos a serem tratados em uma visita do vice-secretário de Estado norte-americano, John J. Sullivan, ao Brasil nesta terça-feira (22). Sullivan, o número dois do Departamento de Estado, também vem participar do lançamento do Fórum Permanente de Segurança Brasil-Estados Unidos. De acordo …