Lula lidera pesquisa do Datafolha, mesmo após prisão

Clipping

A primeira pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi divulgada na madrugada desse domingo (15). Lula aparece em três cenários pesquisados e se mantém líder, porém com uma redução de pontos em relação a última pesquisa.

No fim de janeiro Lula tinha 37% e agora aparece com 31% em dois cenários e 30% em outro (com a presença de Michel Temer na disputa). Nos três cenários com a presença do ex-presidente, as posições e percentuais dos seus adversários são basicamente as mesmas.

Marina x Bolsonaro

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) teve entre 15% e 16% das intenções de voto, seguido por Marina Silva (Rede) com 10%. Os dois tornam-se automaticamente líder e vice-líder em todos os seis levantamentos sem Lula. Marina reduziu significativamente a diferença para um quadro de empate técnico. E, numa projeção de 2º turno, Marina Silva tem ampla vantagem (44% x 31%) contra Bolsonaro.

Joaquim Barbosa

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa se filiou ao PSB e já aparece com 8% dos votos com Lula no cenário e 10% sem Lula na concorrência. Já o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, é apenas o 5º colocado em todos os levantamentos, com 6% das intenções.

Mesmo quando Lula sai da disputa, o pré-candidato do PSDB é ultrapassado automaticamente por Ciro Gomes. O cearense é um dos nomes que mais herdam votos no cenário do líder do PT, saltando de 5% para 9%.

Sucessores de Lula

Possível nome a substituir Lula, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad soma apenas 2%. Já o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner tem desempenho ainda pior: 1%. Porém, uma outra pergunta aponta que 66% dos eleitores de Lula aceitariam votar em quem ele indicasse.

Com informações do Diário de Pernambuco

Clipping
Julgamento de Maluf é suspenso com 4 votos a 3 contra recurso do parlamentar

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, suspendeu a sessão de julgamento do recurso do deputado Paulo Maluf (PP-SP), que será retomado na sessão desta quinta-feira. Até o momento, quatro ministros votaram contra o cabimento de embargos infringentes (um tipo de recurso) da defesa de Maluf para …

Clipping
Firma associada a presidente acusada de operar caixa 2

Peça central no inquérito que apura se o presidente Michel Temer recebeu propina para beneficiar empresas que atuam no porto de Santos, a Rodrimar já foi investigada sob suspeita de ter comprado notas fiscais frias para gerar caixa dois. O principal alvo da investigação era Antonio Celso Grecco, que presidiu a …

Clipping
MPF diz não ser viável regras diferenciadas para visitas a Lula

O Ministério Público Federal entendeu não ser “viável a fixação ou a elasticidade de horário diferenciado para visitas” ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado pela Operação Lava Jato, diante dos sucessivos pedidos à Justiça Federal. Políticos, parlamentares e apoiadores têm requerido o direito de visitar e …