Manifestantes fazem ato por moradia no Largo do Paissandu

Clipping

Movimentos sociais de defesa ao direito a moradia fizeram hoje (9) uma manifestação durante a tarde e início da noite na capital paulista. O ato teve início na praça da Sé e saiu em passeata até o Largo do Paissandu, onde o edifício Wilton Paes de Almeida desabou no último dia 1º.

Ao final da manifestação, foi realizado um ato ecumênico com a participação dos manifestantes e das famílias que moravam no prédio e que permanecem acampados no Largo do Paissandu, em frente à igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.

“Esse ato mostra, em primeiro lugar, nossa indignação pela forma como as autoridades trataram aqui essa tragédia. Em segundo lugar, é a defesa dos movimentos populares que têm uma atuação séria na cidade de São Paulo”, destacou o coordenador nacional da Central de Movimentos Populares (CMP), Raimundo Bomfim.

No ato ecumênico, presidido pelo padre Júlio Lancellotti, conhecido pela atuação junto a moradores em situação de rua, velas foram acesas pelos manifestantes para “levar luz” ao local do acampamento e chamar atenção para a situação das famílias sem moradia.

“Estamos aqui para denunciar essa situação e dizer que, após nove dias de tragédia, as autoridades, o governo municipal em especial, não têm uma resposta concreta para essas famílias”, ressaltou Bomfim.

Auxílio-moradia

Em nota, a prefeitura informou que o pagamento de auxílio-moradia às vítimas do desabamento começou na última terça-feira e está sendo feito pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), do Governo do Estado. As 116 famílias cadastradas pelo município foram chamadas para assinatura do termo de adesão e saque do benefício.

Segundo a administração municipal, outras 94 famílias dos imóveis interditados foram cadastradas pela Secretaria Municipal de Habitação. Segundo a prefeitura, elas deverão assinar, nos próximos dias, o termo de adesão ao auxílio para receber o benefício.

“Todas as famílias (tanto as que moravam no edifício quanto as que tiveram os imóveis interditados) receberão auxílio-moradia de R$ 1.200 no primeiro mês e de R$ 400 a partir do segundo, pago por um período de 12 meses, ou até a liberação do imóvel”, destacou a nota.

Resgate

O Corpo de Bombeiros permanece em busca por vítimas do desabamento nos escombros do edifício. Hoje, as equipes de resgate encontraram novamente fragmentos ósseos. O material foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para análise e identificação. O tenente dos bombeiros, Guilherme Derrite, disse que, nove dias depois do desabamento, passou a ser “improvável” que vítimas sejam encontradas com vida.

“É improvável. O número de células de sobrevivência diminuiu. Quanto mais chegamos ao segundo subsolo, os escombros estão mais compactados”, disse. Segundo ele, devem ser necessários mais dez dias para que todos os escombros sejam inspecionados pelos bombeiros. Seis vítimas ainda são procuradas.

Clipping
China tem ampla oferta de soja e grande oscilação de preços é improvável, diz governo

A China tem amplos estoques de soja e flutuações de preço significativas são improváveis, disse uma autoridade do Ministério da Agricultura chinês nesta sexta-feira (19). Alguns especialistas do setor previram que o maior consumidor mundial de soja enfrentará uma escassez de oleaginosas no início do ano que vem, o que …

Clipping
China abate 200 mil porcos devido a surtos de peste suína africana

A China, o maior produtor de carne suína do mundo, abateu 200 mil porcos até o momento após surtos de peste suína africana, altamente contagiosa, disse autoridade de saúde animal chinesa nesta sexta-feira (19). Ao mesmo tempo em que isso representa um pequena porção dos quase 700 milhões de porcos …

Clipping
TSE adia para domingo (21) anúncio de medidas contra notícias falsas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou para domingo (21), às 14h, a entrevista coletiva marcada para esta tarde para anunciar medidas de combate à disseminação de notícias falsas (fake news) nas redes sociais. A entrevista foi adiada por causa de  incompatibilidades nas agendas dos participantes. A coletiva foi anunciada ontem …

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.