Meirelles descarta impacto de volatilidade internacional na economia brasileira

Clipping

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, classificou de “normal” a volatilidade no mercado financeiro internacional nos últimos dias. Segundo ele, a turbulência nas bolsas de valores não terá impacto relevante sobre a economia brasileira, que continua crescendo.

“É uma volatilidade normal. A bolsa norte-americana subiu muito e está fazendo um ajuste. Vamos ver para onde vai esse ajuste. Não acredito que haja, dentro do quadro da visão deste momento, impactos relevantes para a economia brasileira”, declarou o ministro ao sair para a posse do novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luiz Fux.

Segundo Meirelles, o Brasil continua crescendo. Ele descartou a possibilidade de intervenção do governo nos mercados de juros e de câmbio porque eles continuam funcionando normalmente. “Os mercados, tanto de juros como de câmbio, estão líquidos [com dinheiro circulando]. Está tudo funcionando normalmente. O fato é que a economia brasileira está crescendo. Agora, eu não me pronuncio sobre o que vai acontecer com o mercado”, acrescentou.

Para Meirelles, a bolsa de valores norte-americana, que subiu muito nos últimos dias, fez uma correção de valores. Ele disse que ainda é necessário esperar a movimentação do mercado, mas que o fato de as bolsas de São Paulo e de Nova York terem fechado em alta e de o dólarter encerrado o dia com pequena queda indicam que os investidores se acalmaram.

Previdência

De acordo com Meirelles, a nova versão do texto da reforma da Previdência, a ser apresentada amanhã (7) pelo relator da proposta, deputado Arthur Maia (PPS-BA), deverá ser próxima ao texto atual. Ele disse desconhecer a proposta de criar um fundo de pensão para os servidores públicos estaduais com participação da União.

Antes de sair para a cerimônia no TSE, Meirelles reuniu-se com o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, no Ministério da Fazenda. O ministro disse que os dois avaliaram o cenário econômico atual, mas ressaltou que o encontro não foi convocado de última hora para debater a turbulência nos mercados financeiros. Segundo Meirelles, o almoço semanal entre ele e Goldfajn, às terças-feiras, foi transferido para o fim da tarde porque o ministro almoçou com o presidente Michel Temer.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-02/meirelles-descarta-impacto-de-volatilidade-internacional-na-economia

Clipping
STJ definirá nesta terça se equipara guarda de animais com a de crianças após separação

Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deverá decidir nesta terça-feira (22) se pode haver equiparação entre a guarda de animais e a guarda de filhos. Atualmente, não há previsão legal sobre com quem os bichos devem ficar. O processo em análise na Corte está relacionado ao regime de …

Clipping
Vestibular da Fuvest terá apenas dois dias de prova na segunda fase

Conselho de Graduação (CoG) da USP aprovou, na última quinta-feira (17), mudanças no processo seletivo da Fuvest. A principal alteração é a diminuição de três dias de prova para dois na segunda fase. Além disso, vão ser modificadas as inscrições, que passam a ser por modalidade. O número de candidatos …

Clipping
Lula prepara pré-candidatura à Presidência da República para o dia 27

Preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretende lançar sua pré-candidatura no próximo domingo (27). A informação é do deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) que visitou Lula nesta segunda-feira (21), na capital paranaense. “O [ex-] presidente Lula está …