Ministro do STF aplica multas de R$ 506,8 milhões a mais 46 transportadoras

Clipping

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes aplicou multas de R$ 506,8 milhões a empresas de transportes que descumpriram decisão anterior sua para desobstruir estradas durante a paralisação dos caminhoneiros.

Em decisão nesta sexta (8), Moraes atendeu a um novo pedido da AGU (Advocacia-Geral da União), que representa a Presidência da República. Essa é a terceira leva de empresas listadas pela AGU como descumpridoras da decisão do Supremo. Ao todo, já foram multadas 151 empresas. O valor total das multas supera R$ 700 milhões.

As transportadoras terão 15 dias para fazer o depósito das multas, conforme a decisão do ministro. “Não efetuado tempestivamente o pagamento voluntário, será determinada a penhora de bens dos executados, com prioridade para dinheiro depositado em instituição financeira”, escreveu Moraes.

As multas referem-se ao descumprimento de uma liminar concedida por Moraes no quinto dia de movimento dos caminhoneiros, a qual determinou o desbloqueio de rodovias em todo o país sob pena de multa de R$ 100 mil por hora.

Atividades
Gonzaga Patriota discute Anuário de Segurança Pública em programa de TV

A sensação de insegurança da população foi justificada mais uma vez pelos números do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Apesar de estados e união terem investido mais no setor, quase todos os tipos de crimes aumentaram no último ano. Os dados do Fórum Brasileiro de Segurança mostram um crescimento de …

Clipping
Consulta pública vai simplificar operações de microcrédito

Promover uma troca de experiências entre os povos indígenas e as crianças de escolas públicas e privadas, derrubando preconceitos e permitindo que crianças, adolescentes e professores conheçam mais da cultura ancestral. Esta é a principal filosofia do projeto Walê Fulni-Ô, que desde 1999 circula pelo Distrito Federal e esta semana …

Clipping
Consulta pública vai simplificar operações de microcrédito

O Banco Central (BC) publicou edital de consulta pública sobre operações de microcrédito. O objetivo é simplificar os requisitos técnicos para a concessão de microcrédito e ampliar o uso de tecnologias de informação e comunicação no Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO). “Desse modo, reduzem-se os custos administrativos dessa linha de …