TJRJ realizará nesta terça audiência por videoconferência com milicianos presos

Clipping

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) realiza amanhã (10) uma audiência de custódia com os milicianos presos na Operação Medusa, deflagrada no último fim de semana. Por questões de segurança, será usado o sistema de videoconferência. Na audiência de custódia, será avaliada a legalidade das prisões em flagrante e também se há necessidade de mantê-las.

De acordo com o TJRJ, são 159 presos. O número diverge dos 149 – incluindo sete menores apreendidos – que havia sido anunciado anteriormente pela Polícia Civil. A Operação Medusa foi considerada a maior ação voltada para o combate às milícias no Rio de Janeiro. Além das prisões, houve apreensão de 13 fuzis, 15 pistolas, quatro revólveres, um simulacro de fuzil, carregadores, uma granada, munição, dez veículos roubados, algemas e simulacros de fardas.

A abordagem aos criminosos ocorreu em um sítio onde os milicianos participavam de um pagode na madrugada de sábado (7). Cerca de 40 policiais civis que atuaram na operação foram recebidos a tiros por seguranças de Wellington da Silva Braga, o Ecko, apontado como chefe da milícia. Ele estava no local, mas conseguiu fugir. No confronto, quatro seguranças da organização criminosa morreram. Nenhum policial foi ferido.

Presos em flagrante, os milicianos foram levados para a Cidade da Polícia, na zona norte do Rio de Janeiro. Ontem (8), eles foram transferidos para sistema penitenciário de Bangu, na zona oeste. Também ontem, uma decisão tomada durante o plantão judiciário do TJRJ converteu em prisões preventivas todas as prisões em flagrante.

“Importante frisar que, embora muitos envolvidos relatem que apenas se encontram participando de uma festa paga, os relatos dos policiais se apresentam de forma homogênea quando declaram que não havia qualquer tipo de bilheteria ou profissionais ligados a realização de eventos, pelo contrário, o que se viu foram homens armados de fuzis, aparentemente, realizando a segurança e controle de acesso ao local”, diz a decisão.

Liga da Justiça

De acordo com a Polícia Civil, os presos são ligados ao grupo conhecido como Liga da Justiça, a maior milícia do estado. Entre eles, há sete agentes de segurança, dos quais dois soldados do Exército, um da aeronáutica e um bombeiro. Baseado no bairro de Campo Grande, na zona oeste da capital, o grupo tem suas atividades expandidas para outros municípios.

Além de cometer assassinatos e cobrar de moradores taxas ilegais de segurança e de sinal de TV, os milicianos já haviam fechado acordos com traficantes para a venda de drogas e o roubo de cargas nos territórios sob seu controle. Eles também obtêm recursos com a venda de botijão gás e com a exploração ilícita de serviços de transporte.

http://m.agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-04/tjrj-realizara-nesta-terca-audiencia-por-videoconferencia-com-milicianos

Clipping
Mega-Sena pagará hoje prêmio de R$ 3 milhões

Quem acertar as seis dezenas da Mega-Sena no concurso 2089, a ser realizado neste sábado (20), deverá receber um prêmio de R$ 3 milhões. As informações são do site da Caixa Econômica Federal. A Mega-Sena paga milhões para o acertador dos 6 números sorteados. Mega-Sena pode pagar hoje R$ 3 …

Clipping
China tem ampla oferta de soja e grande oscilação de preços é improvável, diz governo

A China tem amplos estoques de soja e flutuações de preço significativas são improváveis, disse uma autoridade do Ministério da Agricultura chinês nesta sexta-feira (19). Alguns especialistas do setor previram que o maior consumidor mundial de soja enfrentará uma escassez de oleaginosas no início do ano que vem, o que …

Clipping
China abate 200 mil porcos devido a surtos de peste suína africana

A China, o maior produtor de carne suína do mundo, abateu 200 mil porcos até o momento após surtos de peste suína africana, altamente contagiosa, disse autoridade de saúde animal chinesa nesta sexta-feira (19). Ao mesmo tempo em que isso representa um pequena porção dos quase 700 milhões de porcos …

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.