Um olhar sobre o mundo analisa a intoxicação pela informação

Clipping

O jornalista Moisés Rabinovici entrevista, no programa Um olhar sobre o mundodesta segunda-feira (6), o físico catalão Alfons Cornella, criador do neologismo infoxicação. A palavra sintetiza o excesso de informação que atualmente envolve grande parte da sociedade mundial. Um olhar sobre o mundo vai ao ar hoje às 21h45, na TV Brasil. Para Cornella, que vive em Barcelona (Espanha), a infoxicação decorre do bombardeio constante a que as pessoas estão submetidas pelas novas plataformas como internet, Facebook, WhatsApp, Twitter e outras redes sociais, além das convencionais emissoras de rádio, televisão e jornais.

Segundo Cornella, ainda não se compreendeu exatamente as consequências dessa verdadeira epidemia que se abate sobre grande número de pessoas porque o processo de conscientização desse fenômeno ainda está no início. “Eu diria que é um dos temas que teremos que revolver nos próximos anos. E é melhor que resolvamos de alguma forma, porque, se não, a outra solução é deixar de estar informado, o que poderia ter piores consequências”, diz no programa.

O estudioso espanhol, que presta consultoria sobre esse tema na Europa para grandes empresas e centros de estudos, argumenta que, ante o atual quadro, existem duas esperanças. “Uma é aparecer uma tecnologia que nos permita controlar melhor essa quantidade de informação que recebemos. De fato, uma das promessas da inteligência artificial vai nessa direção”.

A outra esperança, segundo Cornella, é uma solução psicológica que seria um esforço do próprio indivíduo para filtrar o imenso volume de informação que chega a ele e assim desenvolver critérios para determinar rapidamente qual é confiável e a qual delas dar importância.

“O importante é a pessoa determinar que fontes quer ter e quer ler. É cada vez mais relevante ler menos e ler com mais profundidade.” Segundo ele, de alguma forma, a pessoa percebe que está infoxicada. “É possível ver que se está infoxicado quando não se tem tempo de entender o que está lendo.”

Cornella afirma que uma das melhores maneiras de se imunizar contra a infoxicação é diferenciar o ler do entender. Ele recomenda também que as pessoas determinem quais fontes desejam quando buscam por algum tema. Também sugere que a pessoa não se limite a ler apenas aquilo que está de acordo com o que ela já pensa, mas também esteja aberta a outras versões que contrastem com a ideologia de cada um.

O italiano assinala que a humanidade está em um ponto de transformação muito grande e que as pessoas agora têm que aprender como lidar com essa avalanche de informações. “Determinar rapidamente que informação é confiável e que informação não é. A qual delas temos que dedicar tempo e a qual não”, explicou. Ele disse que uma das coisas que ajudam nessa seleção é a própria idade das pessoas. “Quanto mais velho se fica, mais coisas se viu e mais se leu e, portanto, se tem mais critério”, argumenta.

Sobre as fake news, o estudioso é enfático. “Quando a mentira não é punida, a mentira é considerada uma versão da informação, quando, do ponto de vista moral e ético, deveria ser totalmente condenável. Alguém que mente deveria estar totalmente desqualificado. E não só desqualificado do ponto de vista político, mas desqualificado do ponto de vista moral e ético, deveria ser totalmente condenável. A pessoa que mente deveria ser apontada como inimiga da sociedade”, afirmou.

Programa

Com 40 anos de experiência, 16 dos quais vividos como correspondente internacional em vários países, o jornalista Moisés Rabinovici é o apresentador do programa Um olhar sobre o mundo, transmitido semanalmente às segundas-feiras pela TV Brasil.

Antes de comandar esta atração da TV Brasil, Rabinovici trabalhou na imprensa escrita e em emissoras de rádio. Para entrevistar seus convidados e tratar de inúmeros temas que são notícia, usa o conhecimento reunido em grandes coberturas internacionais, inclusive como repórter de guerra e analista de política.

Rabinovici, que em suas andanças pelo mundo já entrevistou grandes líderes e personalidades de vários países, recebe toda segunda-feira, nos estúdios da TV Brasil em São Paulo, especialistas, estudiosos e jornalistas para debater os principais acontecimentos do momento.

Clipping
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante

A partir deste sábado (22), candidatos a cargos eletivos nas eleições de outubro não poderão ser presos, a menos que seja em flagrante. A Lei Eleitoral veda prisões nos 15 dias anteriores à eleição. Após o primeiro turno, no dia 7 de outubro, a restrição valerá apenas para os candidatos …

Clipping
Temer deixará legado de obras e projetos, diz ministro das Cidades

O presidente Michel Temer deixará um legado de obras que estão sendo inauguradas este ano e projetos que foram retomados e estarão prontos para execução pelo governo que assumir a partir de 1º de janeiro. A informação é do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, que detalhou uma série de iniciativas, …

Clipping
É Pernambuco Mais Forte – 4000

Gonzaga Patriota luta pela interligação do Rio São Tocantins com o Rio São Francisco. Esse projeto é de extrema importância para a sobrevivência do Velho Chico e de muitos nordestinos, resolvendo boa parte do problema de abastecimento das regiões Norte e Nordeste. É Pernambuco Mais Forte – 4000

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.