UPE realiza provas do SSA neste domingo

Clipping

Muitos recifenses podem estar estranhando o trânsito intenso e os engarrafamentos em algumas áreas da cidade neste domingo, mas o motivo é que cerca de 40 mil estudantes estão fazendo as provas 1 e 2 do Sistema Seriado de Avaliação da Universidade de Pernambuco (UPE). A primeira etapa ocorreu pela manhã, das 8h às 11h15 e, a segunda, começou às 14h e seguirá até às 18h15.

Ao todo, 24.111 candidatos se inscreveram no SSA1 e 16.838 no SSA2. As provas versam sobre o conteúdo do primeiro e segundo ano do Ensino Médio, respectivamente. As provas dessas duas etapas serão escritas e aplicadas em dois dias (domingo e segunda). Neste domingo, os candidatos responderão a 44 questões distribuídas entre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, física, língua estrangeira (inglês ou espanhol) e filosofia.

Já no segundo dia, eles responderão a 46 questões das disciplinas de biologia, química, história, geografia e sociologia. Todos terão quatro horas para fazer responder as provas e poderão sair das salas após três horas de início dos testes. Na etapa da manhã, o SSA1, muitos jovens escolheram a prova de física como mais difícil e de língua portuguesa como a mais interessante e confortável para responder. Alice Rodrigues, estudante da ETE Advogado José David Gil Rodrigues, 15 anos, foi uma das que reclamou da prova de exatas. “Achei a de física muito pesada e a de português muito boa de fazer. Tinha muita interpretação, semântica, classes de palavras, essas coisas. Assim, por etapas, é menos desgastante, então, mesmo quando é difícil ainda é melhor que um vestibular com o assunto dos três anos juntos”, completa a jovem, que sonha em cursar Direito na UPE.

As natalenses Maria Fernanda Alves, Lara Mendes e Ana Letícia Veiga, todas de 15 anos, viajaram quase 300 quilômetros para fazer o chamado vestibular seriado e concordam com Alice. “Física foi uma prova mais chata, mais conteudista, exigiu muitas fórmulas. Já português foi muito tranquilo, muita interpretação e muita literatura. Já tinha feito algumas questões da UPE de outros anos e achei esse ano mais fácil. Me senti muito preparada. Mas, prefiro exames no estilo de Enem, porque as provas são mais interessantes, principalmente as provas de humanas”, revela, ainda sem saber o curso que quer.

Para Lara Mendes, o SSA é organizado e o tempo de prova é satisfatório. “Estamos tentando na estadual de Natal e aqui no Recife, é uma opção a mais”, afirma. Ana Letícia, que também quer medicina, preferiu a prova de filosofia. “Prova boa de fazer”, comenta. O desempenho individual dos estudantes nas duas fases será divulgado até o dia 15 de março de 2019, apenas no sistema de inscrição. Abstenção A UPE emitiu um boletim no início da tarde deste domingo informando que até o presente momento houve seis eliminações por porte de celular, sendo três em Salgueiro, duas na Poli/UPE e uma na Escola Brigadeiro Eduardo Gomes.

Já as abstenções do SSA1 chegaram ao número de 1.934 candidatos de um total de 24.114 inscritos, o que significa uma abstinência de 8,02%. A liberação de provas e gabaritos da manhã foi às 14h. Os gabaritos das provas realizadas à tarde serão liberados após às 19h. Mais informações no https://processodeingresso.upe.pe.gov.br/.

Clipping
Governo economizará um terço das verbas disponíveis até março

A equipe econômica decidiu economizar um terço das verbas disponíveis no primeiro trimestre. A partir de abril, os gastos voltarão a subir até cumprirem a dotação prevista no Orçamento Geral da União para este ano. A medida consta do primeiro decreto de programação orçamentária e financeira de 2019, publicada hoje (15) à noite …

Clipping
Trump anuncia emergência nacional para construir muro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou hoje (15) que vai declarar ainda nesta sexta-feira “emergência nacional” para financiar o muro na fronteira com o México. Em entrevista coletiva concedida no jardim da Casa Branca, ele disse que assinaria a declaração ao “voltar ao Salão Oval”. O norte-americano lembrou que o …

Clipping
Helicóptero vai agilizar atendimento médico a índios no Amazonas

O Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) Parintins, no Amazonas, e mais seis municípios do interior do estado e do Pará, passarão a ter um helicóptero para atendimento aos pacientes. Os serviços da unidade beneficiam cerca de 17 mil pessoas distribuídas, segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai), em três terras …