Zuckerberg pede desculpas aos EUA sobre abuso de dados no Facebook

Clipping
O presidente fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, se desculpou perante legisladores americanos nesta terça-feira (10/4), ao fazer uma aguardada aparição em uma audiência do Congresso sobre a captura de dados pessoais de milhões de usuários da rede social.
Segundo seu testemunho por escrito, Zuckerberg repetiu uma declaração que havia feito anteriormente, afirmando que o mau uso de dados “foi meu erro e sinto muito” por isso. “Levará tempo para trabalhar em todas as mudanças que precisam ser feitas, mas estou comprometido em fazer o certo”, disse Zuckerberg durante a audiência no Senado americano.
O bilionário empresário de 33 anos participa de uma audiência em uma sessão conjunta de duas comissões do Senado, em pleno escândalo provocado pelas denúncias sobre o uso não autorizado de dados pessoais dos usuários.
O mais grave capítulo do escândalo foi a revelação de que estes dados foram usados de forma não autorizada pela consultoria Cambridge Analytica para definir a retórica de Donald Trump em sua vitoriosa campanha à Casa Branca em 2016.
Na abertura da audiência, o senador Chuck Grassley afirmou que este escândalo mostrou que os usuários de redes sociais “não entenderam por completo a quantidade de seus dados que são coletados, protegidos, transferidos, usados e abusados”.
Em sua primeira declaração perante os legisladores, Zuckerberg disse que “está claro agora” que a empresa não fez “o suficiente” para evitar que as ferramentas ligadas ao Facebook sejam usadas para objetivos nocivos. “Isto se aplica à divulgação de notícias falsas, à interferência estrangeira em eleições e ao uso do discurso de ódio”, destacou.
No entanto, os legisladores querem saber porque o Facebook demorou tanto em adotar medidas para controlar o uso indevido de dados de seus usuários, visto que as primeiras denúncias sobre estes problemas eram conhecidas há anos.
Zuckerberg disse que o Facebook desenvolveu ferramentas baseadas em inteligência artificial para interceptar expressões de ódio ou “propaganda de terrorismo”, mas que ainda assim a empresa tem quase 20.000 pessoas trabalhando exclusivamente nisto.
Clipping
Mais de 70% dos pequenos empresários usam redes sociais e aplicativos

Uma pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) constatou que, nos últimos três anos, os pequenos negócios no Brasil investiram na informatização e na utilização de novas ferramentas digitais, em especial nas redes sociais. Pelos dados, 72% utilizam o WhatsApp para se comunicar com …

Clipping
Decisão sobre tabela do frete de cargas ficará para agosto

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, declarou que irá manter todas as ações que questionam a tabela de preço do frete de cargas em rodovias brasileiras. Relator das ações que questionam a constitucionalidade da tabela no STF, Fux se reuniu com representantes dos caminhoneiros e de entidades empresariais …

Clipping
Gestantes expostas à dengue têm de três a a 541 vezes mais chances de morrer

Um novo estudo reforça o alerta sobre os riscos da dengue para a mortalidade materna e os desafios da assistência às gestantes. O artigo “Dengue in pregnancy and maternal mortality: a cohort analysis using routine data” (Dengue na gravidez e mortalidade materna: uma análise de corte utilizando dados regulares), publicado este mês na Scientific Reports, da Nature, aponta …