Inovação facilita manutenção dos veículos

Clipping

Imagine se você só precisasse de uns poucos minutos para recuperar a pintura do seu carro de um arranhão ou que a película do vidro protegesse o interior do seu veículo do calor que está fazendo lá fora… Pois é isso que a AutoBox promete. É que a empresa pernambucana fez uma parceria com fornecedores dos Estados Unidos para trazer tecnologiasinéditas como essas para o Nordeste do Brasil. E as novidades já estão disponíveis nas concessionárias parceiras da AutoBox no Recife. Confira as opções que prometem facilitar a limpeza e ampliar o conforto dos veículos:

Pintura autoregenerativa:

É uma película de cerâmica que cria um efeito protetor na pintura do carro, fazendo com que a própria pintura repareriscos e arranhões superficiais. Sócio da AutoBox, José Antônio Amaral explicou que a vitrificação de pintura, que já é oferecida há algum tempo nas oficinas mecânicas, usa apenas o dióxido de silício para proteger a carroceria. Esse novo produto, porém, contém dióxido, carbeto e nitreto de silício. 

“Juntos, esses componentes dão mais resistência, brilho e flexibilidade. E a linha mais moderna é autoregenerativa porque tem memória polimérica. É como se houvesse imãs na pintura: quando a pintura se abre por meio de um risco, ela volta a se unir porque sua memória é fechada. Como um látex, que você puxa e volta para o mesmo lugar”, explicou Amaral, dizendo que, por isso, “você pode riscar superficialmente o carro que o risco vai sumir sozinho” quando for exposto ao calor. “Você pode usar um secador, jogar água quente ou até deixar o carro no sol que a pintura se regenera”, garante Amaral. 

proteção, porém, não repara os riscos já existentes. Por isso, se seu carro já estiver arranhado, é preciso reparar a pintura antes de aplicar o produto. E essa aplicação pode variar de R$ 4 mil a R$ 7 mil, dependendo do modelo do veículo e do tempo de proteção – há pinturas que duram cinco e sete anos. 

Leia também:
JAC T50: o novo SUV da JAC Motors 
2019 já chega com novidades

Película térmica:
Vidros fumê
 são algo comum no Brasil. Mas, cada vez mais, é possível encontrar películas com reforço de segurança, resistente a impactos. E, agora, são as películas que protegem contra o calor que chegam ao Nordeste. “Além de filtrar os raios ultravioletas, a nova película filtra 99% dos raios infravermelhos, responsáveis pelo calor. Por isso, ameniza o calor dentro do carro”, informou o sócio da AutoBox.

Ele ainda lembrou que, ao criar uma barreira para que o calor não entre no carro, o produto aumenta a eficiência do ar-condicionado, reduzindo o consumo de combustível. Chamada de térmica blue, essa película pode ser transparente ou fumê e custa cerca de R$ 2 mil para ser instalada em todo o carro

Pneus limpos: 
Outra novidade da AutoBox é um produto que facilita a limpeza dos pneus e promete tirar todo tipo de sujeira com apenas um balde de água. Segundo Amaral, é uma combinação química que deixa o pneu sempre preto e brilhante e facilita a limpeza. “Se passar por água ou lama, é só jogar água que o pneu volta ao normal”, garantiu o sócio da AutoBox, dizendo que a aplicação dura um ano e custa R$ 900 nos quatro pneus.

Clipping
Gonzaga Patriota elogia gestão do governador de Pernambuco

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) usou a tribuna da Câmara, na tarde desta terça-feira (23), para destacar a gestão do governador de Pernambuco, Paulo Câmara. O parlamentar citou o pagamento do 13º para os beneficiários do Programa Bolsa Família. “A gestão do governador Paulo Câmara está fazendo um trabalho extraordinário, mesmo com as dificuldades, tem chegado aos pontos principais, trazendo o 13º para o Bolsa Família, fazendo as obras paralisadas acelerarem e procurando resolver os problemas hídricos”, avaliou. O governador Paulo Câmara anunciou a regulamentação do programa Nota Fiscal Solidária e a garantia de pagamento do 13º salário para beneficiários do Programa Bolsa Família no Estado. Segundo ele, o cumprimento dessa meta, aliado à implementação do novo programa, promoverá geração de renda e justiça tributária. Todas as 1.178.450 famílias atendidas pelo programa em Pernambuco receberão uma parcela extra do benefício, correspondente a um 13º salário, garantido pelo Governo do Estado, no valor equivalente ao da parcela mensal, respeitando o limite máximo de R$ 150. O programa vai atingir 34% da população pernambucana, aproximadamente 3.314.065 pessoas.

Clipping
Aneel aprova reajuste médio de 5,04% nas tarifas de luz da Celpe

Os consumidores da distribuidora de energia pernambucana Celpe terão um reajuste médio nas tarifas da contas de luz de  5,04%. Para os consumidores residenciais, o aumento será de 5,14%. A Celpe atende cerca de 3,7 milhões de unidades consumidoras em 185 municípios de Pernambuco. Os novos valores, aprovados hoje (23) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), começam a valer no dia 29 de abril. De acordo com a Aneel, ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. Entre os itens que contribuíram para o aumento da tarifa estão o custo de aquisição de energia, que teve peso de 4,45%; a inclusão de componentes financeiros, com 6,51% e os custos de distribuição, com 2,34%. Cooperativas A Aneel também aprovou hoje o reajuste tarifário de cinco cooperativas de eletrificação rural localizadas nos estados de Sergipe, São Paulo e Rio de Janeiro. A Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento Rural Centro Sul de Sergipe (Cercos) teve reajuste médio de 7,29%; a Cooperativa de Eletrificação Rural de Itaí–Paranapanema–Avaí (Ceripa) teve reajuste médio de 12,84%; a Cooperativa de Eletrificação Rural de Resende (Ceres), teve aumento de 16,67%; a Cooperativa Regional de Eletrificação Rural Cachoeiras – Itaboraí (Cerci) e a Cooperativa de Eletrificação Rural de Araruama (Ceral Araruama), ambas com reajuste de 10% cada. As cooperativas Ceres, Cerci e Ceral ficam no estado do Rio de Janeiro, a Cercos em Sergipe e a Ceripa em São Paulo. Os novos índices também entram em vigor em 29 de abril.

Clipping
Etanol deve alcançar recorde de produção com 33,58 bilhões de litros

A produção de etanol no Brasil na safra 2018/2019 deve alcançar 33,58 bilhões de litros, um aumento de 23,3% ou 6,3 bilhões de litros em relação à safra 2017/2018. Os dados divulgados hoje (23) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) confirmam o novo recorde de produção de etanol, batendo o índice anterior de 30,5 bilhões na safra de 2015/2016. Os dados são do quarto levantamento da safra de cana-de-açúcar 2018/2019 e mostram que, no caso do etanol hidratado, a produção deve ser de 22,99 bilhões de litros, 41,5% ou 6,7 bilhões de litros a mais que o ciclo anterior. Antes, a maior produção de álcool hidratado alcançada havia sido de 19,6 bilhões de litros, na safra 2010/2011. O levantamento mostra que houve redução no caso do anidro, que é utilizado na mistura com a gasolina. A produção ficou em 10,59 bilhões de litros, 3,7% a menos que no período anterior. O aumento na produção de etanol nesta safra ocorreu principalmente em função da queda de preços do açúcar no mercado internacional e a um cenário mais favorável para o etanol no mercado interno, frente à alta do dólar e do petróleo, de acordo com a Conab. A junção desses fatores fez com que as unidades de produção aumentassem a destinação de cana-de-açúcar para a produção de etanol. Cana-de-açúcar A safra da cana foi de 625,2 milhões de toneladas, apresentando redução de 1,3% em relação à anterior de 633,26 milhões de toneladas. A produção de açúcar atingiu 31,35 milhões de toneladas, um decréscimo de 17,2% ou 6,5 milhões de toneladas, se comparado à safra anterior. A área colhida ficou em 8,59 milhões de hectares, o que representa uma redução de 1,6% se comparada a 2017/2018.