Blog
Clipping

INSS paga revisão do teto nesta segunda-feira

Os aposentados que estavam esperando por uma resposta do INSS sobre o pagamento da revisão do teto podem comemorar a antecipação do benefício. Entre as tantas listas divulgadas pelo órgão, uma série de nomes contemplados receberia a primeira parcela da revisão no dia 31 de outubro. Com a antecipação, 131 mil aposentados, enquadrados na revisão do teto pelo período de abril de 1991 e janeiro de 2004 para receber até R$ 6 mil, seja por tempo de contribuição, invalidez, idade ou demais casos, devem ter a conta bancária mais recheada hoje. O pagamento está sendo feito administrativamente (por determinação do Supremo Tribunal Federal) e aqueles que não tiveram o nome inserido em qualquer uma das listas podem recorrer à Justiça. A segunda parcela está prevista para o fim de maio de 2012 e a terceira para o fim do mesmo ano. Já a quarta, e última, que deve beneficiar quem tem direito a mais de R$ 19 mil, será depositada em janeiro de 2013. O advogado Rômulo Saraiva informa que se o aposentado entrar na justiça pode receber o valor mais rápido, tendo em vista que não deve haver resistência por parte do INSS. “Afinal, o benefício já foi liberado e o órgão não quer gastar com encargos advocatícios”. Saraiva diz, ainda, que se o aposentado procurar um profissional ao receber a notificação do benefício, pode descobrir a possibilidade de ter direito a um valor mais alto. “Faz-se uma projeção de quanto seria”. Nem tudo é tão bom quanto parece. O advogado previdenciário Ney Araújo ressalta que muitas pessoas que estão nas listas têm direito a receber o atrasado dos últimos 20 anos, mas isso não vai acontecer. “Esses valores não são doações. Não vai ser pago porque ele (o INSS) não fez o processo correto”, exclama, apontando o alarde que isso gera. “Mais de R$ 1 bilhão”. Ele aconselha procurar a Justiça para resolução dos casos de quem se aposentou entre 5 de outubro de 1988 e 4 de abril de 1991. O aposentado Antônio Mou­sinho seguiu a dica do profissional e procurou a justiça para rever seus benefícios. São mais de três processos em andamento. Um deles teve sentença procedente no último mês. “Depois de anos no judiciário é que recebo meu dinheiro”, declara. Imposto de Renda O advogado Rômulo Saraiva alerta os aposentados para a cobrança do Imposto de Renda. Muitos são isentos e, com o recebimento do benefício, passam a ser cobrados. Saraiva diz que isso é tarifação indevida. “A cobrança deve ser baseada de acordo com o ganho mensal, o acumulado não conta porque ele não vai representar um aumento a partir daquele momento e sim o pagamento de algo em atraso”. Fonte: Folha de Pernambuco Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Dilma diz que vai manter meia-entrada na Copa do Mundo 2014

Antes de se reunir com representantes da Fifa nesta segunda-feira, em Bruxelas, na Bélgica, a presidente Dilma Rousseff deixou claro que pretende resistir à pressão da entidade e não recuar da decisão de permitir a meia-entrada nos jogos da Copa do Mundo 2014. A informação está na coluna de Mônica Bergamo, publicada na edição desta segunda-feira da Folha. “Minha querida, isso é uma lei brasileira”, disse Dilma à coluna. “E não pode mudar. Não é uma questão de querer ou não querer”, acrescentou. A meia-entrada para os que têm mais de 60 anos está prevista no Estatuto do Idoso. Ingressos de estudantes são regulados por leis estaduais. Além da questão sobre a meia-entrada, outros pontos de discórdia sobre a Lei Geral da Copa serão discutidos no encontro entre Dilma e representantes da Fifa. Antes do encontro marcado para esta segunda-feira, Dilma tinha mantido distância dos dirigentes do futebol e colocou todos na geladeira, especialmente o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Ele mantinha boa relação com o ex-presidente Lula mas sequer é recebido pela atual presidente. Fonte: Blog de Jamildo Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Agricultores de MG e BA recebem sementes do Plano Brasil Sem Miséria

Agricultores familiares de Minas Gerais e da Bahia começam a receber nesta semana as primeiras sementes distribuídas pelo Plano Brasil Sem Miséria. Elas foram produzidas pela Embrapa Transferência de Tecnologia e serão entregues aos agricultores sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). A distribuição de sementes é um dos objetivos do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) no Plano Brasil Sem Miséria, cuja prioridade é a inclusão produtiva de agricultores familiares em situação de extrema pobreza (renda pessoal inferior a R$ 70), a partir de orientação e acompanhamento técnico, oferta de insumos e apoio na comercialização da produção excedente. Foi iniciada a entrega de 100 toneladas de sementes de milho e 50 toneladas de sementes de feijão para as cidades de Porteirinha (MG), Irecê e Bom Jesus da Lapa (BA). O Plano Brasil Sem Miséria também prevê a entrega de 10 mil kits de hortaliças para os agricultores, contendo sementes de alface, cebolinha, cenoura, coentro, couve, pepino, quiabo, repolho e tomate. Além das sementes, os agricultores receberão circulares técnicas sobre cultivo dessas culturas. Serão beneficiados 10 mil agricultores. Segundo a Embrapa, as variedades a serem disponibilizadas foram testadas e indicadas por sua produtividade, resistência ou tolerância a doenças e pragas e adaptação às condições climáticas da região. Fonte: Agência O Globo Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Governo quer limitar teto do funcionalismo

O governo não quer mais pagar a conta dos chamados supersalários. A Casa Civil enviará este ano ao Congresso um projeto para regulamentar nos três Poderes o teto dos servidores públicos, equivalente à remuneração de um ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), hoje fixada em R$ 26,7 mil. A Constituição diz que o vencimento no Executivo, Legislativo e Judiciário não pode ultrapassar o limite legal, mas nenhuma lei nunca definiu quais benefícios são considerados como salário. Com isso, cada Poder cria seu próprio entendimento e frequentemente paga além do teto. O texto final está sendo costurado pessoalmente pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, autora de iniciativa semelhante no início do ano, ainda como senadora. Fonte: Folha.com Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Inscrições no Enem começam hoje para presos e jovens em medidas socioeducativas

Começa hoje (3) o prazo de inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para presos ou jovens que cumprem medidas socioeducativas com privação de liberdade. De acordo com edital publicado na última sexta-feira (30) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), as inscrições começam às 10h e vão até as 23h59 do dia 17 de outubro (horário de Brasília). As provas serão realizadas nos dias 28 e 29 de novembro. As quatro provas objetivas terão 45 questões cada uma e abordarão quatro áreas do conhecimento: ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia); ciências da natureza e suas tecnologias (química, física e biologia); linguagens, códigos e suas tecnologias e redação (língua portuguesa, literatura, língua estrangeira – inglês ou espanhol -, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação); e matemática e suas tecnologias (matemática) De acordo com o edital, cada unidade prisional ou socieducativa cadastrada deve ter um responsável pedagógico para fazer as inscrições dos participantes. Esse profissional também deverá acompanhar os resultados, pleitear a certificação do participante e a inscrição do candidato no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e outros programas de acesso ao ensino superior, se for o caso. O edital lembra que a participação no Enem é voluntária e gratuita e é destinada àqueles que já concluíram o ensino médio ou àqueles que não terminaram essa etapa, mas pretendem obter o certificado de conclusão por meio da prova. Não podem participar dessa edição do Enem pessoas que tiverem sua liberdade decretada antes do exame. Caso o preso seja transferido, a alteração do local de prova pode ser feita até 20 dias da data do exame. No fim do ano passado, 15 mil pessoas privadas de liberdade fizeram o Enem, sendo que 13 mil tentavam obter certificação no ensino médio. Fonte: Agência Brasil Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Novo ponto eletrônico passa a valer a partir de janeiro de 2012, diz ministério

A adoção do ponto eletrônico foi adiada pela quarta vez e passa a ser obrigatória a partir de 1º de janeiro de 2012, segundo portaria do Ministério do Trabalho publicada nesta segunda-feira (3)  no “Diário Oficial da União”. O sistema deve ser instalado em todas as empresas com mais de 10 empregados que já usam equipamento eletrônico para o registro da jornada de trabalho. A expectativa é que a medida fosse regulamentada e passasse a ser obrigatória nesta semana. Na portaria n° 1979, publicada nesta segunda, o ministro Carlos Lupi afirma que, “considerando que foi concluído o diálogo social tripartite e após avaliação das manifestações encaminhadas ao Governo Federal”, decide alterar a data para início da utilização obrigatória do Registrador Eletrônico de Ponto (REP), “de modo improrrogável”, para o dia 1º de janeiro de 2012. A obrigatoriedade de ação do sistema havia sido adiada outras três vezes. Primeiro, era prevista para setembro do ano passado. Depois, para março e então setembro deste ano. Entidades como a Força Sindical, a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), haviam pedido ao governo mudanças nas novas regras. Na última semana de agosto, foi realizada a última reunião do grupo de trabalho criado para discutir o novo ponto eletrônico. Empresários apresentaram alternativas ao REP, mas elas não foram aceitas por representantes do Ministério do Trabalho. Os empresários haviam sugerido que as empresas tivessem a opção de registrar os horários de entrada e saída dos empregados por meio de sistemas eletrônicos, com certificação digital, e tirava a necessidade da concordância do trabalhador com o sistema alternativo ao novo ponto eletrônico, já que dispensava o acordo coletivo para utilizá-lo. Fonte: G1 Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

PE: setembro registra o menor número de mortes violentas desde 1997

O governo do estado divulgou dados sobre os crimes violentos letais intencionais (CVLI). De acordo com as informações, setembro deste ano foi o mês com o menor número de homicídios em Pernambuco desde 1997, com 18 crimes violentos a menos do que os registrados em novembro de 2010, melhor resultado até então. Ao longo do mês foram contabilizadas 226 crimes do tipo em todo estado. Os dados fazem parte do relatório mensal preliminar apurado pelo Comitê Gestor do Pacto pela Vida – a consolidação final se dará no próximo dia 15. O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, comentou a nova sequência de redução de CVLIs. “Depois de um começo de ano difícil, chegamos ao quinto mês consecutivo com redução. Além disso, atingimos em setembro a marca de 11,2% de redução, ou seja, muito próxima da meta de 12%”, observou o titular da SDS, Wilson Damázio. “Nos piores momentos da escalada de violência no estado, em 2006, chegávamos a ter mais de 450 homicídios em um mês, com a taxa de 57 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Consolidar uma tendência com número de ocorrências inferior a 250 casos, é um avanço muito consistente”, afirma o secretário de Planejamento e Gestão do Estado, Alexandre Rebelo, coordenador do Comitê Gestor do Pacto. O governador Eduardo Campos comemorou os números. “É óbvio que ainda temos muito a fazer, mas é importante demonstrar, mais uma vez, que investir em gestão, combinando repressão qualificada com prevenção social, conseguiremos dar aos pernambucanos um lugar seguro para trabalhar e viver”, disse. Segundo as informações do governo, a redução da violência é meta a ser alcançada desde a implantação do Pacto pela Vida, em maio de 2007. Para isso, estão sendo feitos investimentos recordes em infraestrutura, reforço dos efetivos – foram mais de 10 mil contratações desde 2007 – e, principalmente a implantação do modelo de gestão à vida, com a participação do Judiciário e do Ministério Público. Fonte: Diario de Pernambuco Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Rock in Rio voltará para sua cidade natal em 2013, diz Roberto Medina

O Rock in Rio voltará à cidade onde nasceu após as edições de Madrid e Lisboa, no ano que vem, anunciou neste domingo o empresário Roberto Medina em entrevista coletiva na Cidade do Rock. O criador do festival disse que o mais provável é que o festival aconteça nos dois últimos finais de semana de setembro de 2013 e que ainda não é certo se ele terá seis ou sete dias de shows. O empresário afirmou que a confirmação se deu após seis novos patrocinadores anunciarem a intenção de investir no Rock in Rio. “A principal alteração será uma redução de 15 mil pessoas na capacidade do público. O ideal é termos 85 mil pessoas na Cidade do Rock, já que nossa intenção sempre foi que as pessoas tivessem um lugar para circular”, disse Medina. Nessa edição, foram vendidos 100 mil ingressos para cada dia do evento. A redução do público também poderia melhorar o fluxo de trânsito para a Cidade do Rock e acelerar do serviço dos restaurantes, dois pontos citados como problemas desse festival. Medina afirmou que a realização do festival no Rio não significa que ele não possa ser realizado no mesmo ano em outro país. Ele revelou que representantes do México e da Rússia, interessados em importar o Rock in Rio para seus países, estiveram nessa edição do evento. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que participou da entrevista, afirmou que a Cidade do Rock será aberta ao público em 40 dias como um parque esportivo. O local será o Parque dos Atletas nos Jogos Olímpicos 2016. Fonte: Uol Notícias Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Dilma quer baixar juro básico a 9% em 2012

A presidente Dilma Rousseff quer aproveitar a crise internacional para reduzir a taxa básica de juros para pelo menos 9% no ano que vem, mas com cautela, segundo fontes do governo, para evitar que a inflação coloque em risco o consumo da nova classe média. A estratégia embute o risco de os preços continuarem elevados, com a inflação rodando acima da meta do governo por mais tempo que o desejado, o que corrói o poder de compra do consumidor. O plano de voo traçado pelo Planalto e relatado à reportagem por dois ministros e um secretário de governo, prevê uma queda de 3 pontos porcentuais na taxa Selic, hoje em 12%. O corte seria possível, na avaliação do governo, porque a crise internacional provocaria queda de preços. A ordem é cortar juros, mas sempre dizendo que o ritmo vai ser determinado com “prudência”. Para o Planalto, ainda há “margem de manobra” para que a Selic caia, depois que o BC cortou a taxa preventivamente, em agosto, em meio ponto porcentual. “Estamos tomando todo o cuidado para que o excesso de remédio não prejudique o paciente”, resumiu o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. “O governo vai zelar para que aqueles que ascenderam a um nível de consumo maior não percam isso de jeito nenhum. Fonte: Agência Estado Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Conferência recomenda que países pobres invistam em internet

Num momento em que as empresas digitais cada vez mais alimentam o crescimento econômico, os países em desenvolvimento deveriam priorizar a instalação da infraestrutura necessária para que os seus cidadãos se conectem à internet, disseram nesta semana participantes de uma conferência no Quênia. O potencial da Internet para melhorar as condições de vida da população está sendo menosprezado nos países em desenvolvimento, onde apenas 21% da população tem acesso à rede – bem menos que os 69% no mundo desenvolvido. Em um estudo publicado neste ano, a consultoria McKinsey concluiu que a Internet respondia por 21% do crescimento econômico nas economias maduras, e que quase 8 trilhões de dólares mudam de mãos a cada ano por meio do comércio eletrônico. Mas regiões como a África, carentes da infraestrutura de banda larga existente em países ricos, terão muitas dificuldades para estimular as operadoras de telecomunicações a investirem nas redes de telefonia celular que são necessárias para levar a Internet às massas — especialmente quando as massas têm pouca renda disponível para remunerar esse investimento. “Os países em desenvolvimento não têm como sentar e esperar, porque as atividades online estão guiando as atividades offline”, disse Joe Mucheru, diretor do Google para a África Subsaariana. Os participantes do Fórum da Governança da Internet, patrocinado pela ONU, disseram que é preciso ampliar infraestruturas como cabos submarinos e redes sem fio para mercados onde a principal forma de conexão à Internet é por celulares. Um aumento na capacidade de tráfego de dados e uma maior concorrência entre as empresas permitirá que os preços caiam e que mais gente se conecte, segundo funcionários de governos e empresas presentes na conferência. Algumas operadoras de países ricos, enfrentando uma estagnação em seus lugares de origem, preparam grandes apostas nos países em desenvolvimento. A France Telecom, por exemplo, tenta dobrar seu faturamento no Oriente Médio e África nos próximos anos, chegando a R$ 17,6 bilhões (US$ 9,5 bilhões). Sob a marca Orange, a empresa já está presente em diversos países africanos, incluindo Egito, Tunísia, Senegal e Quênia. Um dos seus projetos atuais é instalar um cabo submarino que melhore a conectividade da África Ocidental. Hoje em dia, grande parte do tráfego africano da Internet é feito por satélites, com capacidade e conectividade inferior ao dos cabos – que no entanto demoram mais para serem instalados. Na Nigéria, a compra da capacidade por megabyte na ligação Lagos-Abuja custa R$ 2.041 (US$ 1.100) – quase o dobro dos R$ 1.113 (US$ 600) para a mesma capacidade na ligação Lagos-Londres. Fonte:  Reuters Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Bancários prometem intensificar greve a partir desta segunda-feira

Os bancários prometem intensificar a partir desta segunda-feira (3) a greve iniciada na última semana. Amanhã (3), o comando nacional se reúne em São Paulo para avaliar os rumos do movimento. Na última sexta-feira (30), quarto dia de mobilização, a categoria informou ter fechado 7.865 agências, de bancos públicos e privados, em 25 Estados e no Distrito Federal. O presidente da Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), filiada à CUT (Central Única dos Trabalhadores), Carlos Cordeiro, disse que o objetivo da mobilização é “quebrar a intransigência dos bancos públicos e privados”. A categoria reclama do “silêncio” da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). De acordo com a Contraf-CUT, a entidade patronal não manifestou, até agora, intenção de retomar as negociações. Os trabalhadores entraram em greve após rejeitar uma proposta de reajuste salarial de 8% sob o argumento de que esse percentual representa apenas 0,56% de aumento real (quando se desconta a inflação). Os bancários reivindicam reajuste de 12,8%. Segundo eles, esse índice representa 5% de aumento real mais a inflação do período. A categoria quer, além disso, a valorização do piso salarial, maior PLR (Participação nos Lucros e Resultados), abertura de contratações, fim da rotatividade, combate ao assédio moral, extinção de metas que consideram abusivas, mais segurança, igualdade de oportunidades e melhoria do atendimento aos clientes. Cordeiro ressalta que, mesmo em greve, os trabalhadores se mantêm abertos ao diálogo. – Apostamos no diálogo e na negociação para resolver o impasse. Os bancos, que lucraram mais de R$ 27,4 bilhões somente no primeiro semestre deste ano, têm plenas condições de fazer uma proposta que seja capaz de atender às reivindicações dos funcionários. De acordo com a Contraf-CUT, o movimento paralisa bancos públicos e privados em 25 Estados e no Distrito Federal. A entidade espera que amanhã os bancários de Roraima também suspendam as atividades. Ao pedir remunerações melhores para a categoria, o presidente da Contraf-CUT chama a atenção para os altos valores pagos a executivos de bancos. – O Brasil é um dos países com maior desigualdade do mundo. Aqui, um executivo de banco chega a ganhar até 400 vezes a renda de um bancário que recebe o piso da categoria. É preciso mudar essa realidade e tirar o país dessa vergonhosa posição entre as dez nações mais desiguais do planeta. Fonte: R7 Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Conselho Nacional de Justiça é criticado pelo judiciário

O CNJ – (Conselho Nacional de Justiça) foi criado por dispositivo constitucional, como órgão de controle externo do Poder Judiciário, sem qualquer prejuízo do trabalho das corregedorias de justiça, ambos na busca da transparência de todos os juízos e tribunais do país, com exceção do STF – (Supremo Tribunal Federal), única corte que não é submetida aos poderes administrativos desse órgão. O poder judiciário brasileiro foi sempre elitizado e não vem aceitando determinadas interferências do CNJ, a exemplo do que ocorrera com a uniformização do horário de atendimento ao público pelos tribunais, decisão suspensa por liminar do STF. Antes desse Conselho, não se via, no Brasil, um magistrado, um desembargador ou mesmo um ministro de Tribunal sofrer punições administrativas, agora, com o CNJ, mais de 50 magistrados já foram punidos e, esses castigos aplicados a magistrados vem causando sérias reações ao poder judiciário e na sua Associação. Mesmo tendo sido criado por dispositivo constitucional, o CNJ vem sofrendo baixas em muitas das suas ações punitivas. O STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu quase metade das punições aplicadas por esse Conselho. Das punições impostas pelo CNJ com fundamento no poder do órgão de abrir inquérito para examinar a conduta de juízes, 33 tiveram recursos ao STF, dessas, 15 foram suspensas por liminares concedidas por ministros do Supremo. O poder do órgão de fiscalizar e punir magistrados está no centro da controvérsia que provocou uma crise no Judiciário nesta semana. Uma ação da AMB (Associação dos Magistrados do Brasil) no Supremo Tribunal Federal quer limitar essa atribuição do CNJ. A Associação alega que o Conselho Nacional de Justiça interfere na independência dos tribunais. Entidades que trabalham com a defesa dos direitos humanos estão se mobilizando em favor da atuação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) na punição de magistrados que cometam irregularidades. Diz que impedir a atuação do CNJ será prejudicial para o país, ao mesmo tempo, criticam a fala da corregedora sobre “bandidos de toga”, mas defendem a independência do Conselho. GONZAGA PATRIOTA, Contador, Advogado, Administrador de Empresas e Jornalista. Pós-Graduado em Ciência Política, Mestre em Ciência Política e Políticas Públicas e Governo e Doutorando em Direito Civil pela Universidade Federal de Buenos Aires, na Argentina. Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Restrição não impede alta no consumo de antibióticos

O consumo de antibióticos no País cresceu 4,8% em um ano, saindo de 90,3 milhões para 94,7 milhões de unidades. O aumento ocorreu depois de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) passar a exigir a retenção de receita para a venda desses remédios. Os dados foram levantados pela IMS Health, consultoria especializada no mercado farmacêutico, a pedido do Estado, e leva em consideração a venda para o consumidor final, em farmácias. A norma proibindo a venda de antibiótico sem receita foi publicada pela Anvisa em outubro do ano passado e passou a valer um mês depois. O objetivo da medida era reduzir a automedicação e o risco de resistência bacteriana. Para especialistas, o aumento nas vendas é resultado do crescimento natural do mercado farmacêutico e da melhora da economia: o brasileiro tem mais acesso a planos de saúde, vai mais ao médico e, consequentemente compra mais remédio. Para o professor Silvio Barberato Filho, do programa de pós-graduação em Ciências Farmacêuticas da Universidade de Sorocaba (Uniso), a medida tem um impacto positivo em reduzir a automedicação, mas ainda não resolve de forma eficaz o problema da resistência bacteriana. “Temos estudos que demonstram que ainda há excesso de prescrição de antibióticos e prescrições equivocadas. Se a pessoa toma o remédio sem necessidade, mesmo comprando com receita, ela vai contribuir para o aumento da resistência”, diz. A mesma opinião é compartilhada pelo infectologista Carlos Roberto Veiga Kiffer, pesquisador do Laboratório Especial de Microbiologia Clínica da Unifesp. “A má prescrição existe e é um dos fatores que nós médicos brigamos contra. O consumo precisa cair mais.” Para Barberato, outras medidas, como a orientação específica ao profissional que prescreve antibióticos, deveriam ser tomadas para evitar a resistência. “O fato de o paciente comprar com receita não quer dizer que a receita não está associada ao mau uso. O controle das vendas é apenas um dos elementos para controlar a resistência bacteriana. Essa norma não consegue coibir a prescrição equivocada”, diz. Tese de mestrado defendida ontem na Uniso, orientada pelo professor Barberato, mostrou que nos seis meses depois do início da norma houve queda na venda antibióticos indicados para o tratamento de doenças respiratórias. A pesquisa levou em consideração uma base de dados de cerca de 2.800 farmácias. Segundo Barberato, houve redução na venda da tetraciclina (39%), azitromicina (33%), amoxicilina (32%) e lincomicina (26%). “Essa queda aconteceu provavelmente porque esses eram os medicamentos mais vendidos sem receita”, afirma. Segundo Nelson Mussolini, vice-presidente executivo do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), o mercado farmacêutico cresceu 20% no último ano. A tese da indústria para explicar o aumento nas vendas é a de que nunca houve uma automedicação tão exagerada quanto era imaginado. “Ninguém toma antibiótico se não precisa. E sempre há um pico de venda nos meses de inverno, por causa dos problemas respiratórios”, diz Mussolini. Apesar de ter publicado a norma há quase um ano, a Anvisa não tem um levantamento oficial sobre o consumo. Pela nova regra, as …

Leia Mais
Clipping

Rock in Rio muda horário de shows do último dia

Os organizadores do Rock in Rio anunciaram na manhã deste domingo (2) mudanças nos horários  e na ordem dos shows do último dia de festival. Entre as principais modificações do palco Mundo está o horário da apresentação do Guns N’ Roses, das 1h10 às 3h30, com início 20 minutos mais tarde do que o previsto anteriormente. Além disso, a previsão é que a programação do palco principal do evento comece 10 minutos mais cedo, às 18h50, com o Detonautas. Outra mudança ocorreram na programação do Palco Sunset, onde foram criados intervalos mais longos entre os shows e os shows de Titãs + Xutos e Pontapés e de Marcelo Camelo + The Growlers trocaram de lugar entre si. A banda Faluja fecha a noite entre as 0h20 e 0h40. Segundo os organizadores, o horário foi modificado para que o último show do Sunset aconteça no intervalo da apresentação das bandas System of Down e Guns N’ Roses no palco Mundo. Confira a nova programação válida para a última noite de Rock in Rio: PALCO SUNSET 14h30 – 15h20 – David Fonseca + The Monomes 16h – 17h – Mutantes + Tom Zé 17h45 – 18h45 – Marcelo Camelo + The Growlers 21h – 21h40 – Titãs + Xutos e Pontapés 0h20 – 0h40h – Banda Faluja (entre os shows do Sistem of a Down e Guns N’ Roses) PALCO MUNDO 18h50 – 19h40: Detonautas 20h – 21h: Pitty 21h40 – 22h40: Evanecesce 23h10 – 0h20: System of a Down 01h10 – 03h30: Guns N´Roses Guns N’ Roses toca pela 5ª vez A banda de Axl Rose irá se apresentar pela 5ª vez na história do evento: eles já bateram o ponto em 1991 (Rio), 2001 (Rio), 2006 (Lisboa) e 2010 (Madrid). Porém, quem é forte candidato a roubar a cena são os armenos/americanos do System of a Down. A banda de metal estreou em palcos brasileiros nesta semana e, segundo votação do festival, é a atração mais esperada desta edição. No Palco Mundo, vale destacar também a presença do rock feminino, com Pitty e Evanescence na escalação. No Sunset, Mutantes e Tom Zé prometem reviver a tropicália, enquanto Marcelo Camelo divide os vocais com os californianos do The Growlers. O palco Eletrônico também é uma boa pedida para os fãs do gênero, com discotecagens de Hercules & Love Affair e Dimitri From Paris. Veja abaixo todos os destaques. 1h10 – Guns N’ Roses Expoente do hard rock, a banda do problemático Axl Rose não deve fazer um show diferente daquele realizado em 2001. A diferença será a inclusão de músicas do álbum “Chinese democracy”, ou seja, uma apresentação similar a que os brasileiros viram no ano passado, quando o grupo passou pelo país. Também não deixe de esperar um pouco para a banda subir ao palco – o show deles no Rio, em abril de 2010, atrasou duas horas. Tecnicamente, a apresentação é impecável. São vários telões usados e diversos efeitos de palco, como explosões, chuval de papel picado e fumaça. …

Leia Mais
Clipping

Corrida do Marco Zero até o Pina. Prefira a Agamenon

Acontece esta manhã o Circuito Qualidade Caixa. A corrida tem dois percursos: de 5km e 10km. A prova começou no Marco Zero, e segue pela Avenida Alfredo Lisboa, Ponte Giratória, Avenida Sul e fará o retorno no Forte das Cinco Pontas para os atletas que participarão da modalidade de 5km. Para os que darão continuidade e farão os 10km, o itinerário segue pelo Cais José Estelita, Cabangá, uma pista da Ponte Engenheiro Antônio de Góes, onde farão o retorno. Passam novamente pelo Cais José Estelita, Viaduto das Cinco Pontas, Av. Sul, Ponte Giratória, Cais da Alfândega, pegará a Ponte Mauricio de Nassau , logo em seguida a Avenida Martins de Barros, depois a Ponte Buarque Macedo, seguindo pela Avenida Rio Branco, Avenida Marquês de Olinda, Rua Madre de Deus, pegará mais uma vez a Avenida Alfredo Lisboa, chegando ao ponto de partida no Marco Zero. Os motoristas devem preferir a Avenida Agamenon Magalhães e não as vias do Centro da Cidade. Durante todo o trajeto, agentes da Companhia de Trânsito e Transportes (CTTU) estarão orientando os motoristas e fazendo bloqueios e mudanças necessárias. A corrida deve terminar às 12h, mas as vias só serão liberadas com a passagem de todos os corredores. Fonte: Diário de Pernambuco Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping
1

Prédios antigos na avenida Boa Viagem estão na mira das construtoras

Na avenida Boa Viagem, são raros os terrenos que ainda não foram ocupados por grandes edifícios. Os que existem são alvo da disputa entre as construtoras e motivo de preocupação de quem não quer mais arranha-céus no bairro. Um dos centros da polêmica é o prédio Caiçara. de dois andares, na praia do Pina. O edifício foi construído no início dos anos 40 e tem estilo neocolonial. Dos seis apartamentos, cinco já foram comprados por uma construtora que pretende erguer no local uma torre de 30 andares. Um grupo de moradores do bairro se organizou para impedir a demolição. A intenção é que a prefeitura faça o tombamento do imóvel considerado por eles de interesse histórico. “Nossa preocupação de fato é com a cultura e com o esmagamento da avenida por edifícios de 30 andares que não tem nada a ver com a nossa arquitetura”, diz Nane Azevedo, arquiteta. Outro local muito cobiçado pelas construtoras é o terreno onde fica o prédio Oceania, de dois andares, também na praia do Pina. A construção é dos anos 50 e ocupa uma área que seria suficiente para construção de duas grandes torres. A fachada ainda preserva os detalhes da decoração original feita com madeira. Dos vinte apartamentos do prédio, pelo menos três foram comprados por uma construtora. O movimento pela preservação quer que o tombamento seja feito o quanto antes. “É importante a gente ter a referência de como nasceu, o que foi, e como se formou. Então eu acho que isso é bem importante porque Boa Viagem, Pina, isso é a cultura”, defende Nelson Caldas Filho, roteirista. O vice-presidente do Sindicato da Construção Civil, José Antônio Simon, não vê qualquer impedimento para que os prédios antigos dêem lugar às novas torres. “O nosso posicionamento é sempre pela legislação vigente. A hora que o imóvel não está caracterizado legalmente como preservação, eu acho que o mercado é soberano. É uma questão basicamente econômica. Não vamos transformar isso numa questão moral. O desafio imobiliário da avenida Boa Viagem é muito grande e por isso é que, basicamente, os prédios hoje são residenciais”, declarou José Antônio Simon. O superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Frederico Almeida, diz que a importância histórica dos prédios está mais ligada à cidade do Recife e, por isso, a preservação não depende do Iphan. Mas ele concorda que o sentimento dos moradores em relação aos imóveis é muito importante em qualquer processo de tombamento. “O Iphan como órgão de proteção do patrimônio cultural brasileiro não tem gerência sobre esses imóveis, mas lamento que isso possa acontecer porque ele é um exemplar da arquitetura recifense”, falou.   O presidente do Instituto Pelópidas Silveira, Milton Botler, que faz estudos para a prefeitura definir quais são os imóveis de interesse histórico, acredita em uma solução para preservar os dois prédios na praia do Pina. “Legalmente nunca foi estabelecido nem pela prefeitura, nem pelo Governo do Estado, nem por órgão federal, nenhum instrumento de proteção desse imóvel. É importante …

Leia Mais
Clipping

Mulheres da nova classe média consomem mais, diz pesquisa

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas mostram que pelo 31 milhões de pessoas entraram para a classe C nos últimos anos. As mulheres foram as que mais constribuíram para isso. Com uma renda maior, elas passaram a comprar mais e dão preferência pelas marcas e produtos de qualidade. A doméstica Izaura Marques tem dois empregos e mora com duas filhas, que também trabalham e estudam. Ela relata que, nos últimos cinco anos, a renda da família aumentou sensivelmente. “Mudou tudo, principalmente a moradia, filha fazendo faculdade, mas temos muitos passos pela frente”, conta. As estatísticas revelam que a população da classe C cresceu 38% nos últimos anos. A renda média desses brasileiros aumentou 62%, mas levando-se em conta apenas a parcela feminina, a renda cresceu 78%. São mulheres que se preocupam com a qualidade de vida e a carreira profissional, e quando vão às compras, valorizam as marcas dos produtos. Já de acordo com pesquisa do instituto Data Popular, elas passaram a orientar as suas atitudes e comportamentos com base no trabalho e na família, mas sem abrir mão de consumir. As mulheres passaram a gastar mais com produtos de moda e beleza. Para a auxiliar de departamento pessoal Michele Nogueira, a roupa é fundamental para conseguir um emprego. “Já é da mulher ser vaidosa. Acho que isso só vem se aprimorando mais”, diz. Entre as tendências de comportamento, os estudos apontam que as mulheres que ascenderam para a classe C estão mais sofisticadas, consomem perfumes importados, roupas e acessórios de marca. “A gente tem que se cuidar, a mulher tem que ser vaidosa sim. Tem que ir atrás de todos os produtos que oferecem isso, fazer a gente se sentir bem”, observa a pedagoga Kelly Ribeiro Pereira. As mulheres da nova classe média não se acomodam no emprego, nem se contentam com o salário. Elas buscam enfrentar desafios na profissão, almejam uma carreira de sucesso. E são elas que têm o poder de decisão em casa. “A mulher agora é quem manda no pedaço, está podendo”, afirma a consultora de vendas Rosélia Augusto de Andrade. Fonte: G1 Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Crianças que dormem mais cedo são mais magras e ativas

Jovens e crianças que dormem mais cedo — e por isso também acordam mais cedo — são mais magros e mais ativos do que outros jovens com hábitos de atividades mais noturnas, apesar de a quantidade de horas dormidas ser a mesma. Um estudo australiano publicado na revista “Sleep” registrou a hora de dormir e a hora de acordar de 2.200 participantes com idades entre 9 e 16 anos e comparou o peso deles e como aproveitam o tempo livre durante quatro dias. O grupo que vai para a cama mais tarde e também acorda mais tarde mostrou ter 1,5 vezes mais risco de se tornar obeso do que aquele que dorme mais cedo e acorda ao raiar do dia. Os notívagos mostraram quase duas vezes mais propensão ao sedentarismo e 2,9 vezes mais tendência a sentarem em frente à TV, ao computador ou a jogar videogame por mais tempo do que o recomendado por especialistas. “Os cientistas já descobriram que as crianças que dormem pouco tendem a ter sobrepeso ou serem obesas. Nosso estudo sugere que a hora de dormir também é muito relevante”, diz a médica Carol Maher, PhD e pós-doutoranda na Universidade do Sul da Austrália e uma das autoras do estudo. Ela explica que as crianças com hábitos mais diurnos apreciam mais as atividades físicas do que as com hábitos mais noturnos, que priorizam assistir à televisão ou preferem as atividades sociais. A médica garante que o resultado do estudo pode servir como alerta: “É sabido que os padrões de sono dos adolescentes são bem diferentes dos das crianças e dos adultos. O que nosso estudo prova é que esses padrões podem ter relação com hábitos de vida pouco saudáveis”. Fonte: Agência O Globo Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Bocejar pode resfriar o cérebro, diz estudo

Bocejar pode ser um mecanismo de resfriamento do cérebro, sugere um estudo realizado na universidade de Princeton, nos Estados Unidos. A pesquisa reforça a tese de que a temperatura dos cérebros é regulada com a troca de calor com o meio ambiente por meio dos bocejos. Os pesquisadores documentaram a frequência dos bocejos em 160 voluntários no Estado americano do Arizona durante um verão e um inverno. Eles concluíram que as pessoas tendem a bocejar duas vezes mais no inverno, quando a temperatura externa é muito menor do que a dos seus corpos. Isto porque o ar mais quente do verão, quando a temperatura é parecida com a dos corpos, não proporcionaria tanto alívio para cérebros superaquecidos. Andrew Gallup, que liderou a pesquisa, diz que a temperatura cerebral é influenciada pela quantidade de processamentos que o cérebro tem que fazer, a temperatura do sangue e a velocidade com que este sangue corre pelo órgão. Ele diz que cérebros superaquecidos também causam a sensação de tontura, o que explicaria porque bocejamos quando estamos com sono. “Quando sua temperatura é mais alta você tende a se sentir mais cansado. Pouco antes de dormir, a temperatura do seu corpo é a mais alta do dia”, diz ele. Ele diz que o estudo “é o primeiro que mostra que bocejos variam de acordo com a estação do ano”. “As implicações são intrigantes, não só em termos de conhecimento básico de fisiologia, mas para entendermos melhor doenças como esclerose múltipla e epilepsia, que são geralmente acompanhadas por bocejos frequentes e disfunção termorregulatória.” Um estudo anterior em ratos, publicado no ano passado e que teve a participação de Gallup, indicou que os bocejos são deflagrados pelo aumento rápido na temperatura do cérebro, que diminui após a atividade. Fonte: BBC Brasil Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Restrição não impede alta no consumo de antibióticos

O consumo de antibióticos no País cresceu 4,8% em um ano, saindo de 90,3 milhões para 94,7 milhões de unidades. O aumento ocorreu depois de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) passar a exigir a retenção de receita para a venda desses remédios. Os dados foram levantados pela IMS Health, consultoria especializada no mercado farmacêutico, a pedido do Estado, e leva em consideração a venda para o consumidor final, em farmácias. A norma proibindo a venda de antibiótico sem receita foi publicada pela Anvisa em outubro do ano passado e passou a valer um mês depois. O objetivo da medida era reduzir a automedicação e o risco de resistência bacteriana. Para especialistas, o aumento nas vendas é resultado do crescimento natural do mercado farmacêutico e da melhora da economia: o brasileiro tem mais acesso a planos de saúde, vai mais ao médico e, consequentemente compra mais remédio. Para o professor Silvio Barberato Filho, do programa de pós-graduação em Ciências Farmacêuticas da Universidade de Sorocaba (Uniso), a medida tem um impacto positivo em reduzir a automedicação, mas ainda não resolve de forma eficaz o problema da resistência bacteriana. “Temos estudos que demonstram que ainda há excesso de prescrição de antibióticos e prescrições equivocadas. Se a pessoa toma o remédio sem necessidade, mesmo comprando com receita, ela vai contribuir para o aumento da resistência”, diz. A mesma opinião é compartilhada pelo infectologista Carlos Roberto Veiga Kiffer, pesquisador do Laboratório Especial de Microbiologia Clínica da Unifesp. “A má prescrição existe e é um dos fatores que nós médicos brigamos contra. O consumo precisa cair mais.” Para Barberato, outras medidas, como a orientação específica ao profissional que prescreve antibióticos, deveriam ser tomadas para evitar a resistência. “O fato de o paciente comprar com receita não quer dizer que a receita não está associada ao mau uso. O controle das vendas é apenas um dos elementos para controlar a resistência bacteriana. Essa norma não consegue coibir a prescrição equivocada”, diz. Tese de mestrado defendida ontem na Uniso, orientada pelo professor Barberato, mostrou que nos seis meses depois do início da norma houve queda na venda antibióticos indicados para o tratamento de doenças respiratórias. A pesquisa levou em consideração uma base de dados de cerca de 2.800 farmácias. Segundo Barberato, houve redução na venda da tetraciclina (39%), azitromicina (33%), amoxicilina (32%) e lincomicina (26%). “Essa queda aconteceu provavelmente porque esses eram os medicamentos mais vendidos sem receita”, afirma. Segundo Nelson Mussolini, vice-presidente executivo do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), o mercado farmacêutico cresceu 20% no último ano. A tese da indústria para explicar o aumento nas vendas é a de que nunca houve uma automedicação tão exagerada quanto era imaginado. “Ninguém toma antibiótico se não precisa. E sempre há um pico de venda nos meses de inverno, por causa dos problemas respiratórios”, diz Mussolini. Apesar de ter publicado a norma há quase um ano, a Anvisa não tem um levantamento oficial sobre o consumo. Pela nova regra, as …

Leia Mais
Clipping

Mãe de trigêmeos recebe doações dos voluntários do HDM

Voluntários do Hospital Dom Malan/ Gestão IMIP Hospitalar entregaram sexta-feira (30) doações que foram recolhidas na campanha realizada em prol dos trigêmeos nascidos no ultimo dia 9 de setembro no Hospital Dom Malan, em Petrolina. Dezenas de fraldas, roupas, material de higiene e uma banheira foram entregues à dona de casa Maria Luiza dos Santos, em sua casa, no povoado de barrinha do cambão, distrito de Mandacaru em Juazeiro. A dona de casa recebeu com alegria o material doado. “Chegou numa boa hora”, disse. Maria Luiza mora numa pequena casa com o marido agricultor, sete filhos e um irmão de criação. No momento da entrega das doações apenas dois dos filhos maiores estavam na casa enquanto os outros estavam na escola, os bebês dormiam num berço que a família já havia recebido como doação logo depois do parto. “Aqui a gente vai se virando como pode, mas graças a Deus está dando para levar a vida” completou. A campanha de doações para os trigêmeos continua sendo realizada pelo voluntariado. As doações podem ser entregues na sala do voluntariado no Hospital Dom Malan em horário comercial. Fonte: Gazzeta Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Presidente da Renault-Nissan se encontra com Dilma e confirma nova fábrica no Brasil

Após reunião com a presidenta da República, Dilma Rousseff, o presidente mundial do grupo Renault-Nissan, Carlos Ghosn, confirmou ontem (1º), em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, investimentos na ampliação da fábrica da Renaut em São José dos Pinhais, no Paraná, e construção de uma fábrica da Nissan em Resende, no estado do Rio de Janeiro. Ghosn disse que a reunião com a presidenta Dilma foi para informá-la dos novos investimentos do grupo no Brasil e da atuação da Renaut-Nissan no mundo. “Explicamos o que estamos fazendo em muitos países em termos de tecnologias novas e sobre nossa liderança no desenvolvimento de carros elétricos”, disse. Também participaram da reunião com a presidenta Dilma o ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, os governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), e do Paraná, Beto Richa (PSDB) e os prefeitos de Resende, José Rechuan, e de São José dos Pinhais, Ivan Rodrigues. Fonte: Folha de Pernambuco Digital Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Mais de 1 bilhão de pessoas em todo mundo já acessam internet do celular, diz Google

Cerca de 1 bilhão de pessoas já acessam a internet desde seus telefones celulares, ou seja, 20% das cinco bilhões que têm um aparelho em todo o mundo, segundo um estudo do Google. O relatório da companhia americana também destaca que o momento em que os usuários mais utilizam a conexão à internet é quando estão em casa (93% dos participantes da pesquisa) ou se deslocando (76% das respostas). Os consumidores usam seus smartphones sobretudo para fazer buscas na rede (91% dos casos), para utilizar aplicativos (84%) e checar seus e-mails (81%). Dos usuários, 43% afirmaram que acessam todos os dias as redes sociais através de seus celulares e 20% asseguraram que diariamente veem vídeos nestes dispositivos. Fonte: Agência EFE Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Consumo de cálcio e atividades físicas previnem a osteoporose

A osteoporose, doença que surge quando os ossos começam a perder cálcio, ficando mais fracos e mais sujeitos a fraturas, é mais comum nas mulheres do que em homens. Alguns alimentos ajudam a prevenir o mal, principalmente quando são aliados à prática de exercícios físicos. O primeiro caminho para fortalecer os ossos é reservar meia hora por dia para as atividades físicas. “A musculação e a caminhada vão te ajudar a melhorar e a aumentar a sua massa óssea”, ensina Marta Cignach, educadora física. A fase de crescimento é a que a pessoa mais precisa consumir cálcio. Na infância, o ideal é ingerir entre 800mg e 1200mg por dia. Na adolescência, entre 1200mg e 1500mg. Os adultos precisam de 1000mg. Já as mulheres, depois dos 50 anos, voltam a ter a necessidade de 1500mg por dia. O endocrinologista Miguel Hissa explica porque o sexo feminino sofre mais com a doença: “Isso ocorre, muitas vezes, porque a mulher não conseguiu construir uma densidade óssea durante sua vida e após a menopausa, pela deficiência dos hormônios sexuais, há uma desmineralização óssea”. A principal fonte de cálcio é o leite. Para consumir a quantidade de cálcio recomendável para um adulto, seria necessário tomar um litro ou quatro copos por dia. Para quem acha muito, não gosta ou não pode tomar leite existem outros alimentos ricos em cálcio que podem estar presentes em todas as refeições do dia. No café da manhã, uma alternativa ao leite e derivados, como queijo e iogurte, podem ser as frutas secas, que também são ricas em cálcio. “Você pode escolher o damasco e a uva passa. Pode ser uma porção de uma mão fechada de cada”, indica a nutricionista Fabiana Fontes. Para o lanche, boa opção é um mix de castanhas e amêndoas. “Com três castanhas-do-pará, cinco castanhas de caju e três ou quatro amêndoas você já atinge o cálcio no meio da manhã”, explica a nutricionista. Na hora do almoço, vegetais verdes escuros podem ser consumidos à vontade. A nutricionista dá algumas opções: “Brócolis, quiabo, couve-manteiga e repolho verde. Sé precisa tomar cuidado com o espinafre, que tem uma substância chamada fitato que prejudica a absorção do cálcio”. Na refeição, feijão acompanhado de peixe é um prato cheio para fortalecer os ossos. “Badejo ou sardinha, que são peixes baratos e que você consegue consumir facilmente também são fonte de cálcio”, ensina Fabiana. Além de uma boa alimentação e de praticar exercícios, também é importante tomar sol. Quinze minutos por dia são suficientes para liberar a vitamina D armazenada na pele. É essa vitamina que ajuda o organismo a absorver o cálcio. Fonte: G1 Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Obras de acesso à Cidade da Copa começaram três meses antes do previsto

Com 6,3 km de extensão, a obra mais estratégica do PAC-Copa, o corredor exclusivo de TRO (Transporte Rápido de Ônibus) Ramal Cidade da Copa, teve neste sábado (01/10) o início das suas obras de implantação. O governador Eduardo Campos foi ao munícipio de São Lourenço da Mata, onde está sendo erguida a Arena da Copa, e assinou a Ordem de Serviço 90 dias antes do prazo estabelecido com o governo federal. “Estamos antecipando o calendário. Nós tínhamos um compromisso acordado com a presidenta Dilma de ter o começo dessa obra até dezembro”, afirmou Eduardo. Ainda fazem parte das intervenções de mobilidade urbana para o mundial de 2014 a construção de outros dois corredores exclusivos de ônibus (Norte-Sul e Leste-Oeste) e o terminal integrado de metrô Cosme e Damião. “Essas outras três ordens de serviço daremos ainda em outubro”, garantiu o governador. O Ramal da Cidade da Copa possui vai da Avenida Dr. Belmino Correia, em Camaragibe, e segue paralelo à linha do metrô e do Terminal Integrado de Camaragibe. Ele passa ainda pelo Rio Capibaribe cruzando a Cidade da Copa, até chegar à BR-408. A conclusão do Ramal está prevista para o final do ano que vem e o investimento total é de R$ 131 milhões com recursos do PAC-Copa (R$ 99 milhões) e do Governo do Estado (R$ 32 milhões). Pernambuco está muito bem posicionado no ranking nacional no que diz respeito aos prazos da FIFA para a Copa de 2014. Devido à celeridade das obras no estado, Eduardo demonstrou-se confiante quanto à escolha de Pernambuco para sediar a Copa das Confederações, que acontece um ano antes do mundial. “Ao escolher o sábado para o início dessa intervenção, o governador mostra o senso de urgência para com a estruturação de Pernambuco para o mundial e para a Copa das Confederações”, disse o secretário das Cidades, Danilo Cabral. Pioneirismo Pela primeira vez no estado, os concessionários de transporte público vão poder contar com uma lei que estabelece diretrizes na licitação das linhas de ônibus que circulam na Região Metropolitana do Recife (RMR). Durante o evento realizado na Cidade da Copa, o governador assinou o projeto de lei (PL), que cria critérios de reajuste tarifário e regulamenta a remuneração dos concessionários.   Para entrar em vigor, o PL depende da apreciação das câmaras de veradores do Recife e Olinda, além da Assembleia Legislativa de Pernambuco. “Nós fizemos a aposta no transporte público de passageiros. O nosso objetivo é dar segurança jurídica ao empreendedor para ele prestar o serviço com mais qualidade e de mais conforto à população, mas sobretudo  baixar as tarifas das passagens ”, cravou Eduardo. Fonte: Blog da Folha Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Livro desperta para os caminhos da autodescoberta

Uma jornada em busca da autodescoberta. Esta é a essência do livro “Peregrinação Interior: Transcendência”, do escritor baiano Fabio Sousa. A obra tem no personagem principal, Ailon, um roteiro de reflexão e questionamentos sobre as inquietações, introspectivas e pensamentos humanos, tendo o sertão como cenário. O livro, segundo o autor, teve como principal motivação o fato de que as pessoas pudessem se (re)conhecer através de uma leitura acessível. “O livro conta a história de Ailon, um rapaz que sai de casa brigado com o pai em busca de si mesmo e acaba por se encontrar e ter contato com vários ensinamentos, que são divididos com os leitores”, explica. Sentimentos, dúvidas, angústias e a intensidade das relações humanas passam a ser tratados através de uma linguagem clara e envolvente a partir do trajeto percorrido por Ailon, da riqueza psicológica dos demais personagens e das descobertas realizadas capítulo a capítulo. “Espero que as pessoas que leiam possam absorver um pouco de tudo que está sendo passado nessa obra”, diz o autor. Pronta em 2001, a obra só foi publicada este ano, através de uma editora de São Paulo. “Como aqui no Nordeste não temos nenhuma editora de peso nacional, a gente tem que partir para o mercado do Sudeste e é muito difícil chegar até lá, porque há preconceito com as produções daqui. Como se não houvesse boa leitura produzida no Nordeste. Isso me choca muitas vezes, porém nosso trabalho fala por si só”, revela Fabio. Por enquanto, não haverá um lançamento do livro na região. No entanto, “Peregrinação Interior: Transcendência” pode ser encontrado em livrarias de Juazeiro e Petrolina, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape). Fonte: Gazzeta Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leia Mais
Clipping

Brasil vai começar a retirar tropas do Haiti em março, diz Amorim

O Brasil deve começar a retirada parcial de suas tropas no Haiti em março de 2012, afirmou nesta quinta-feira o ministro da Defesa, Celso Amorim. Segundo Amorim, 257 dos 2.200 militares brasileiros que estão na Minustah (Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti) deixarão a ilha caribenha nessa data, de acordo com a Agência Brasil. Em depoimento à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, o ministro disse que “tudo depende do plano (de retirada) da ONU”, mas que o Brasil é o país que menos reduzirá seu efetivo no Haiti. Além dos brasileiros, outros 1.600 oficiais de outras nacionalidades devem deixar a missão da ONU no início do ano que vem. Saída gradual Para o ministro, a retirada das forças de paz deve ocorrer gradualmente, para entregar o controle do Haiti a seu próprio governo de maneira coordenada, já que, segundo ele, a segurança social no país já havia sido consolidada. “Não devemos e não queremos nos eternizar no Haiti, mas também não vamos sair de maneira irresponsável”, afirmou. Amorim disse que o objetivo inicial é reduzir as tropas para o número de soldados brasileiros que estavam no país antes do terremoto de janeiro de 2010. Após o tremor, cerca de 900 militares brasileiros extras foram enviados ao país. Entre o efetivo brasileiro que deixará o Haiti, não estarão membros do batalhão de Engenharia, que têm atuado na reconstrução de pontes, poços artesianos e produção de energia, entre outras obras emergenciais. Unasul No início deste mês, durante visita a Buenos Aires, Amorim já havia defendido a redução gradual das tropas, a partir da definição de um cronograma conjunto dos países da Unasul (União das Nações Sul-Americanas) com a ONU, antes da retirada total. “Não podemos ter uma saída desorganizada que gere uma situação de caos”, disse o ministro na época. Embora Amorim não tenha feito referência ao assunto, há rumores de que as tropas da Minustah estejam enfrentando uma resistência cada vez maior por parte dos haitianos. A situação foi agravada após acusações de que militares uruguaios teriam abusado sexualmente de uma haitiana. Em sua visita à Argentina, o ministro afirmou que tal episódio não poderia contaminar toda a missão, mas admitiu problemas com a permanência estendida dos militares no país. “Qualquer tropa em qualquer lugar do mundo sofre desgaste”, afirmou. O mandato brasileiro como chefe da missão também passará por votação para ser renovado. Líbano O Congresso aprovou nessa quarta-feira o envio de forças brasileiras para compor a Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil). De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o governo prepara o envio de um navio da Marinha, equipado com um avião e até 300 tripulantes. Criada por meio de resolução do Conselho de Segurança da ONU em 1978, a Unifil tinha como objetivo original supervisionar a retirada das tropas israelenses do território do Líbano. Após a crise entre os dois países ocorrida em 2006, o Conselho de Segurança reforçou a missão e adicionou à sua missão o …

Leia Mais
Clipping

Americanos apostam no Brasil para criar ‘maior loja virtual’ para bebês

Dois jovens pais norte-americanos, empreendedores desde os tempos da faculdade, resolveram apostar no Brasil para dar início ao segundo negócio próprio da dupla. Há pouco mais de dois meses, Davis Smith, de 33 anos, e Kimball Thomas, de 32, desembarcaram no país com uma meta ambiciosa: criar a maior loja virtual do Brasil de produtos para bebês e crianças. A escolha do Brasil teve fundamentos objetivos, mas também uma vertente emocional. “Eu morei 13 anos na América Latina. Quando tinha quatro anos, meus pais mudaram para a República Dominicana, depois fomos para Porto Rico, Equador, Peru e Bolívia. Eu sempre tive um gosto muito grande pela América Latina, sempre quis regressar”, conta Davis Smith, que tem mestrado em Estudos Internacionais, com ênfase na América Latina, pela Universidade da Pensilvânia. “Tenho duas filhas e queria que elas experimentassem essa experiência de morar em outro país, aprender outro idioma”, diz. “Temos muitas esperança e fé no Brasil. O Brasil é o país do futuro. Trouxe minha família para cá e estamos muito contentes de estar aqui.” Mas os sócios também estudaram o mercado antes de tomar qualquer decisão. “Muitas países, como China e Índia, ainda não usam muito internet para fazer compras e as pessoas ainda não têm internet em casa. Aqui, muitos têm internet e fazem compras online”, fala Smith. O projeto começou a nascer quando Smith e Thomas faziam MBA na Wharton School e em Harvard, respectivamente. “Um amigo brasileiro que estudava comigo na Wharton e cuja esposa estava grávida falou que os preços de produtos para bebês eram muito caros no Brasil. (…) As pessoas vão para Miami para fazer compras e trazer para o Brasil”, fala o empresário. A Baby.com.br entrou no ar na tarde desta sexta-feira (30) com um sortimento inicial de 2 mil produtos, mas o objetivo é dobrar as ofertas em um mês e atingir entre 10 e 15 mil itens em pouco tempo. Mesas de bilhar Os sócios, que são primos, já tinham experiência com comércio virtual. Os dois criaram, em 2004, a PoolTables.com, empresa de mesas de bilhar que, segundo Smith, tornou-se a maior varejista do setor. No fim do ano passado, a dupla vendeu a empresa em uma aquisição estratégica, mas Smith não revela valores. “Quando estávamos fazendo MBA, pensamos muito sobre que negócio começar de novo. Entre várias idéias, nossa favorita foi mudar para o Brasil e começar essa empresa”, revela. Os sócios também não revelam valores para criar a Baby.com.br, dizem apenas que “foi um investimento muito grande”. Os recursos vieram, em parte, de investidores que apostaram na ideia da dupla, entre eles, Ron Conway, um dos primeiros investidores do Google. Produtos exclusivos Um dos objetivos da Baby.com.br é trabalhar com produtos exclusivos. “Ainda não posso citar marcas, mas estamos falando com companhias americanas, conhecemos muitos produtos que as pessoas vão para Miami para comprar e trazer para o Brasil e vamos começar a vender aqui”, fala Smith. “Temos outra vantagem sobre as outras empresas porque temos relações diretas com …

Leia Mais
Clipping
1

Brasil desafia potências para chegar ao Conselho de Segurança da ONU

Com um destaque maior no cenário internacional, o Brasil não abandona seu sonho de se tornar membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, mas precisa superar a oposição de algumas potências para obter um assento neste seleto grupo, segundo analistas. Na semana passada, ao abrir a Assembleia Geral das Nações Unidas, a presidente Dilma Rousseff defendeu o ingresso do Brasil no Conselho e ressaltou o crescente protagonismo internacional do país, citando a liderança da Missão de Estabilização da ONU no Haiti (Minustah). “A cada ano que passa, mais urgente se faz uma solução para a falta de representatividade do Conselho de Segurança, o que corrói sua eficácia. (…) O mundo precisa de um Conselho de Segurança que venha a refletir a realidade contemporânea; um Conselho que incorpore novos membros permanentes e não-permanentes, em especial representantes dos países em desenvolvimento”, afirmou Dilma. No mesmo discurso, o Brasil confirmou o seu reconhecimento de um Estado palestino com as fronteiras de 1967. Como ocorre na questão palestina, o Brasil precisa enfrentar as grandes potências ocidentais, em especial os Estados Unidos, que criticam abertamente algumas posições adotadas pelo governo brasileiro. Em março deste ano, o Brasil – que ocupa até dezembro o posto de membro não permanente do Conselho de Segurança – se absteve na votação sobre a resolução 1973 que aprovou uma intervenção armada na Líbia. Em agosto, enviou uma missão diplomática controversa à Síria para dialogar com o presidente Bashar al-Assad, e em 2010 realizou uma tentativa de mediação para resolver a questão nuclear do Irã, que se mostrou infrutífera. Matias Spektor, coordenador do Centro de Relações Internacionais da Fundação Getúlio Vargas, considera que “o mais importante é que o país tenha uma visão própria”. “O Brasil cada vez mais é chamado a apontar alternativas. Se o país não gosta das regras do jogo como elas existem atualmente, precisa dizer quais são as alternativas. Então, sempre que o Brasil trouxer ideias novas à mesa, isso contribui para o argumento de que merece uma cadeira no Conselho”, ressalta Spektor. O embaixador Marcos Azambuja, membro do conselho curador do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI), reconhece que o Brasil é lento na hora de tomar decisões importantes, mas acredita que pode ter isso ao seu favor, ao se apresentar como um agregador de opiniões. “O Brasil é um criador de consensos, de pontes entre ricos e pobres, desenvolvidos e em desenvolvimento, norte e sul, leste e oeste. Este é um processo interessante mas é, por definição, lento”, explica Azambuja, acrescentando que “o Brasil erra pouco, mas demora muito em acertar”. “O Brasil se equivoca pouco, mas demora muito para acertar”, considerou Azambuja, embora tenha destacado o Brasil como “criador de consensos, de pontes entre ricos e pobres, desenvolvidos e em desenvolvimento, norte e sul, leste e oeste”. “Este é um processo interessante, mas é, por definição, lento”, explicou. Ao contrário da Índia, potência emergente que já recebeu o apoio dos Estados Unidos para integrar o Conselho de Segurança, o Brasil ainda precisa superar …

Leia Mais
Clipping

Governo anuncia a chegada de mais 15 empresas em Pernambuco

Foram anunciadas nesta sexta-feira o nome de novas empresas que irão investir em Pernambuco um total de R$ 875 milhões e gerar 4.861 empregos diretos em nove municípios. Ao todo, 15 companhias estão na lista, sendo que algumas já começam a se instalar no próximo mês e todos entram em ação até 2014. No último mês de julho, o Governo havia anunciado a chegada de outras 15 empresas. A empresa que representará o maior volume de investimentos, cerca de meia bilhão de reais, é a da fábrica de peças para motores automotivos WHB Fundição S.A., fornecedora da Fiat, GM, Volkswagen, entre outras. Ela será a primeira indústria a se instalar em Glória do Goitá, município da Mata Norte pernambucana que possui 30 mil habitantes e fica a 60 km do Recife. Sozinha, a companhia deve gerar 2.500 vagas Para o governador Eduardo Campos, as novas plantas vão fortalecer as cadeias produtivas e ajudar na reconstrução da indústria pernambucana. Além da WHB, a Mata Norte vai receber outras seis plantas, sendo cinco em Goiana, que vai receber R$ 61,8 milhões em investimentos e ganhar 648 oportunidades diretas de trabalho no Polo Farmacoquímico. São elas a Hair Fly e a Imbesa – Rishon, empresas de fabricação de cosméticos para corpo e cabelo, que juntas vão investir R$ 26 milhões e a Ionquímica, que aporta R$ 18 milhões para atuar na área de produtos químicos industriais. As outras duas plantas de Goiana são a Multisaúde Farmacêutica, com R$ 4,3 milhões para a construção de indústria do xarope Forteviron, e a AC Diagnósticos, que vai destinar R$ 13,5 milhões para a fabricação de kits de imunologia e hemaglutinação. Quem também escolheu a Mata Norte foi a Alka Negócios LTDA, em Timbaúba: R$ 16 milhões para a instalação de uma fábrica de solados e artefatos de borracha, 150 postos de trabalho. DEMAIS PLANTAS – Em Bonito, no Agreste Meridional, a SAN Indústria de Águas e Bebidas irá investir R$ 25 milhões numa fábrica de refrigerantes e energéticos, com a expectativa de gerar 100 empregos. A empresa Sonobom terá sede em Ribeirão, na Mata Sul, e destinará R$ 23 milhões para a fabricação de colchões e camas box, pretendendo gerar 350 empregos. O Complexo Industrial Portuário de Suape será contemplado com as empresas de operações logísticas Tegma, Júlio Simões e Shipserv, todas no território do Cabo. Já a ABB – Turbochargers Compressores é a 23ª. empresa atraída pelo Suape Global, projeto de formação de um cluster voltado para os setores naval, de exploração de petróleo, gás e off-shore no porto pernambucano. A ABB é especializada na manutenção de motores para navios e será construída em Ipojuca. Juntas, as quatro novas indústrias vão investir R$ 104,5 milhões e empregar 313 pessoas. Em Jaboatão, na Região Metropolitana do Recife, a empresa Bettanin pretende investir R$ 80 milhões e gerar 400 empregos na fabricação de utensílios domésticos e produtos para limpeza/higiene como pás, vassouras, esponjas, lava-louças, rodos e outros nove itens. A Dell Anno, produtora de móveis modulados, irá …

Leia Mais