Advogado vai acionar justiça contra ‘indústria de multas’ montada pelo Dnit em Petrolina

Kempler-300x225Indignado com a ‘armadilha’ montada pelo Dnit, que implantou pardais eletrônicos na Avenida Sete de Setembro quase de forma invisível, surpreendendo muitos motoristas, o advogado Kempler Reis (foto) enviou este artigo, no qual ressalta – entre outras coisas – que entrará com uma Ação Civil Pública perante a justiça federal. Ele também deve impetrar mandado de segurança requerendo a anulação de todas as multas já emitidas pelo órgão nos referidos trechos. E olha que não são poucas.

Confiram:

Protocolei esta semana pedido de investigação ao Ministério Público Federal em face do Dnit, no intuito de investigar-se a instalação de “pardais” (radares fixos) na BR-428, que atravessa a nossa cidade (Avenida Sete de Setembro), principalmente quanto ao instalado na saída de Petrolina para Lagoa Grande, após a zona urbana (60 Km/h) e ao da altura da Canteiro de Obras, além de requerer que seja proposta Ação Civil Pública nesse sentido, perante a Justiça Federal de Petrolina. Afora tal providência, impetrarei Mandado de Segurança requerendo a anulação dos autos de infração.

Pelas regras do Contran, que regulamenta a instalação de pardais e lombadas eletrônicas em vias urbanas, a sinalização deve estar de 400 a 500 metros do equipamento eletrônico quando a velocidade máxima for igual ou maior que 80 km/h. Quando o limite for menor, a sinalização vertical deve estar entre 100 e 300 metros. Os famigerados pardais foram instalados ao longo da via, escondidos aos condutores de veículos. Precisamos de sinalização de trânsito. Não precisamos de uma indústria de multas.

A instalação dos pardais não é uma medida de segurança no trânsito e não vai resolver o problema, já que a indústria obscena e asquerosa da multa age de forma impune. Não vão ser essas armadilhas eletrônicas e atitudes governamentais ou administrativas que vão educar os condutores de veículos dentro deste perímetro urbano.

Ora, se existem várias lombadas concretas horizontais próximo aos locais onde se encontram instalados os “pardais” irregulares, se há a necessidade de reduzir-se a velocidade dos veículos nestes locais, por que não instalar lombadas concretas horizontais? Já que se optou por lombada eletrônica, por que não foram instalados sonorizadores e sinalizadores luminosos e fixos ao longo da faixa contínua?

A preocupação parece ser só com a arrecadação conseguida pela indústria das multas, e não com as vidas dos transeuntes. A lei de trânsito cria direitos e obrigações e estes não estão sendo aplicados.

Ademais, num país onde impera a corrupção, no pedido de investigação, constam as seguintes indagações: Quem vai fiscalizar o cumprimento das resoluções do Contran? Qual a empresa que instalou esses equipamentos? Como atua essa empresa? Quem a fiscaliza? Como foi escolhida? Por licitação? A cobrança da multa foi terceirizada? Como? Qual o percentual que cabe à empresa por cada multa aplicada? Qual o valor arrecadado pelo governo federal?

Vamos denunciar e agir. Em menos de um mês foram milhares de multas emitidas, isso é uma verdadeira armadilha que visa a aumentar a arrecadação e lesionar o cidadão. Abraço essa causa e faço dela a minha luta!

Kempler Reis/Advogado

Fonte: Blog do Carlos Britto

Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

 

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clipping
Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio acumulado em R$ 37 milhões

A Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira (30) um prêmio acumulado e estimado em R$ 37 milhões. As seis dezenas do concurso 2.496 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte, localizado na Avenida Paulista, nº 750, na cidade de São Paulo. Este é o segundo concurso da Mega-Semana de São João, com sorteios na terça-feira (28), hoje e no sábado (2). As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. A aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50. Fonte: EBC

Clipping
Prazo de entrega da declaração anual do MEI termina hoje

Os microempreendedores individuais (MEI) têm até esta quinta-feira (30) para acertar as contas com o Leão. Acaba hoje o prazo de entrega da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-MEI). A DASN-MEI deve ser entregue mesmo por quem enviou a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física, cujo prazo acabou em 31 de maio. Deve entregar o documento quem atuou como MEI em qualquer período de 2021. Quem se tornou microempreendedor individual em 2022 só deve preencher a declaração em 2023. Caso o profissional autônomo esteja encerrando as atividades como MEI, também deve enviar o documento. Nesse caso, é preciso escolher a opção Declaração especial. A DASN-MEI está disponível na página do Simples Nacional na internet. Na declaração, o MEI deverá informar a receita bruta total obtida com a atividade em 2021. O microempreendedor que estava ativo, mas não faturou no ano passado, deve preencher o valor R$ 0,00 e concluir a declaração. Quem contratou empregado em 2021 deve marcar sim no campo que aparece no formulário. Quem preenche o Relatório Mensal de Receitas Brutas tem o trabalho facilitado. Basta somar os valores de cada mês e informar na declaração. Embora não deva ser entregue a nenhum órgão público, o Relatório Mensal de Receitas Brutas precisa ser preenchido até o dia 20 do mês seguinte às vendas ou à prestação de serviços. O documento deve ser arquivado por pelo menos cinco anos, junto com as notas fiscais de compra e venda. Quem não preencheu o relatório mensal pode apurar a receita bruta do ano anterior por meio da soma das notas fiscais. No entanto, terá mais trabalho do que quem inseriu os números no relatório mês a mês. Fonte: Agência Brasil

Clipping
Casos de Covid em Petrolina, número de pessoas positivadas pode ser bem maior

Não é nenhuma surpresa o que estamos presenciando após a festa de São João em Petrolina. O grande número de pessoas testando positivo para a doença já era esperado devido as grandes aglomerações de pessoas, sobretudo no Pátio de Eventos. Está sendo assim em Petrolina e não será diferente nas demais cidades que realizaram o evento junino. O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde nessa terça-feira (28) registrou 243 casos de Covid-19. Foram realizados 605 testes no polo montado pela secretaria. No entanto, há uma subnotificação,  muitas pessoas estão adquirindo os testes rápidos e realizando o procedimento em suas residências, ficando fora das estatistas oficiais do município. Os postos de testagens estão lotados, é muita gente com os sintomas da Covid 19: febre, coriza, dor de cabeça, tosse e etc. Por outro lado, informações dão conta que muitos profissionais da saúde também testaram positivo para a Covid e estão isolados em suas residências, sendo essa uma das grandes preocupações da gestora da saúde em colocar um maior números de profissionais para atender à população. Fonte: Waldiney Passos