Cresce número de agressão sexual a mulheres em Petrolina/PE

De acordo com o Núcleo de Prevenção da Violência e Acidentes da secretaria de Saúde de Petrolina cerca de 300 mulheres foram vítimas de agressão sexual no ano de 2013. Os dados apontam um crescimento de mais de 30% em relação ao ano de 2012.

O assunto tem preocupado as autoridades. “Observamos que o abuso sexual tem uma característica silenciosa, devido ao medo que o agressor coloca na vítima. Assim, vários casos se tornam desconhecidos diante das autoridades, o que acaba dificultando a identificação. Por isso, existe uma grande preocupação em torno do assunto”, pontua a secretária da Mulher, Roseane Farias.

Roseane explica, também, que em muitos casos a agressão ocorre devido a falta de informação da vítima em relação ao crime. “Existem vários tipos de abuso sexual, no entanto, pontuamos dois bem comuns: o que acontece dentro do seio familiar e o que é provocado por uma pessoa fora da família, com ou sem violência. Em ambos os casos o agressor segue a mesma metodologia de conquista para depois vir a praticar o abuso. Geralmente as vítimas são crianças que ainda não tem acesso a informações sobre sexualidade, bem como, não possuem entendimento que a prática é delituosa, passível de punições legais”.

Em Petrolina, são realizadas diariamente atividades de apoio e orientação às vítimas de abuso sexual. O telefone para contato do Centro de Referência e Atendimento a Mulher (CRAM) é 3861-4620.  Já o telefone da Secretaria da Mulher é 3867-3516.

Fonte: Gazzeta

Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Leave a Reply

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>