Petrolina e Juazeiro entre as piores cidades do Brasil para envelhecer

Um estudo do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, em parceria com a Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV/EAESP), identificou as melhores cidades do Brasil para envelhecer. O resultado foi apresentado no Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL). A pesquisa identifica ambientes amigáveis para idosos, levando em conta aspectos como cuidados de saúde, bem-estar, transporte, situação financeira, trabalho e oportunidades educacionais, envolvimento com a comunidade e habitação.

A pesquisa classificou, separadamente, as 150 cidades com maior população, e as 348 cidades brasileiras com menos de 100 mil e ao menos 50 mil habitantes. O ‘Estado’ apresenta as 25 cidades com maiores índices de desenvolvimento urbano para a longevidade e as 25 com as menores taxas. Para este ranking a seguir, foram considerados apenas os municípios com mais de 100 mil habitantes.

A 15ª pior cidade avaliada pelo estudo entre os municípios com mais de 100 mil habitantes é Petrolina, que aparece em 136º lugar no ranking geral.

A 7ª pior cidade avaliada pelo estudo entre os municípios com mais de 100 mil habitantes é Juazeiro, na Bahia. O município baiano ocupa o 144º lugar no ranking geral.

Fonte? Edenevaldo Alves

Blog do Deputado Federal Gonzaga Patriota (PSB/PE)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clipping
Dólar abre em alta de 0,96% cotado a R$ 3,7758

O dólar abriu nesta terça-feira (19) em alta de 0,96%, cotado a R$ 3,7758, às 10h, influenciado por novas notícias da disputa comercial entre os Estados Unidos e a China. O Banco Central segue com a estratégia de swaps cambiais (venda futura da moeda norte-americana), com a previsão de injetar US$ 10 bilhões no mercado cambial esta semana. Ontem …

Clipping
Lei Seca soma dados positivos após 10 anos, mas levanta questões

“Se beber, não dirija”. A frase, usada frequentemente em campanhas publicitárias na televisão e no rádio, faz parte do cotidiano do brasileiro há mais 10 anos. Em alguns estados, como Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul, ela obrigatoriamente deve ser impressa em cardápios de bares e …

Clipping
Intenção de Consumo das Famílias cai 0,5% de maio para junho, diz CNC

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) recuou 0,5% de maio para junho deste ano, segundo dados divulgados hoje (19) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Com a queda, o indicador alcançou 86,7 pontos em uma escala de zero a 200 pontos. Há 38 meses, …