Sport e Salgueiro se enfrentam hoje à noite, na Ilha do Retiro, pela Série B

Pela primeira vez Sport e Salgueiro disputam uma partida válida por competição nacional. A partir das 21h, na Ilha do Retiro, ambos duelam pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os objetivos de cada um são distintos. O Leão busca a todo o custo o retorno à divisão de elite, enquanto o Carcará disputa um torneio paralelo, de manutenção na Série B. Mas, apesar de todo o abismo na questão financeira, as equipes estão separadas por apenas cinco pontos na tabela. Enquanto o Sport – dono de uma das maiores folhas de pagamento da competição – ocupa a oitava posição, com 17 pontos ganhos, o debutante Salgueiro, que precisa conviver com um orçamento bem mais modesto, é o 16º colocado, com 12.

Para o técnico do Sport, Mazola Júnior, o equilíbrio visto dentro da competição deve ser analisado de forma positiva. “O campeonato este ano está diferente e isso é bom. Essa questão de investimento é bastante relativa. O Salgueiro tem uma característica de jogo boa para esse campeonato. É um time de competitividade forte e sabemos que vamos precisar jogar muito bem e igualar essa competitividade para conseguir o resultado positivo“, disse o treinador. “Eles criam dificuldades quando jogam fora de casa, mas temos que ganhar. Esperamos que a Ilha volte a fazer a diferença”, afirmou.

Mazola vai promover alterações na equipe. O zagueiro Alex Bruno, que vinha atuando como titular, perdeu a vaga para Gabriel. Este formará o miolo defensivo com Tobi. Na lateral esquerda, Fernandinho substitui o suspenso Wellington Saci. Thiaguinho permanece improvisado na meia de armação e terá a companhia de Die­go Torres, que ganhou a dis­puta com Naldinho. Com isso, o time jogará com apenas dois volantes: Hamilton e Daniel Paulista. Marcelinho Paraíba volta ao time em uma nova função: vai compor a linha de fren­te juntamente com Bruno Mineiro. “Optei pelo Marcelo, pois tivemos uma conversa e vi que ele está disposto para fazer essa função”, pontuou o técnico.

Enquanto na Ilha do Retiro as alterações irão acontecer por opção técnica, pelo lado do Carcará, o técnico Neco resolveu apostar na mudança de postura dos jogadores. Reunido com todo o elenco no centro do gramado, o comandante fez questão de relembrar o último confronto da equipe contra um clube pernambucano nesta Série B. “Não podemos repetir os erros cometidos contra o Náutico. Encaramos os alvirrubros como um clássico. Corremos muito, pensamos pouco e jogamos mal. O Sport é mais uma equipe, igual a nós. Temos de entrar focados, para conseguirmos os três pontos”, disse o treinador, em um tom possível de ser escutado pelos jornalistas presentes.

Após a reunião com o elenco, o treinador teve uma conversa particular com apenas os 11 jogadores que irão para o jogo. Assim, ficou fácil perceber que a dúvida na lateral esquerda foi solucionada na cabeça do treinador. E o escolhido será o lateral-direito Rogério Serra. “Neco está preocupado com o lado direito do Sport. Nunca atuei na posição, mas sei do que a equipe precisa e vou fazer o meu melhor”, contou o jogador.

“Rose”
No fim da noite de ontem, a equipe sertaneja recebeu a notícia da regularização do meia Rosembrick. Assim, o treinador Neco não teve dúvidas e tratou de saber com o preparador físico, Valmir Sabino, as condições de jogo do atleta. E decidiu: “Ele vai para a partida. Ficará no banco de reservas e, em caso de necessidade, Rosembrick irá estrear”.

Fonte: Folha de Pernambuco

Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clipping
Sancionada lei que devolve PIS/Cofins cobrado na conta de luz

Os consumidores de energia elétrica terão aumentos menores nas contas de luz. O presidente Jair Bolsonaro sancionou, sem vetos, a Lei 14.385, publicada hoje (28) no Diário Oficial da União. Aprovado pela Câmara dos Deputados no início do mês, o texto estabelece a devolução do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), imposto estadual, incluído na base de cálculo do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), tributos federais. A lei alterou as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para agilizar a devolução dos valores cobrados a mais no PIS/Cofins. A devolução será feita por meio de aumentos menores nas tarifas de energia. Em 2017, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a exclusão do ICMS do preço que serve como base de cálculo do PIS/Cofins. A corte entendeu que havia dupla tributação (cobrança de um mesmo imposto duas vezes). Em 2021, o STF definiu o alcance da medida, que reveria ser retroativa a 15 de março de 2017. Segundo a Câmara dos Deputados e o Senado, a União deveria devolver R$ 60,3 bilhões em créditos de PIS/Cofins às distribuidoras. Desse total, R$ 12,7 bilhões já foram devolvidos pela Aneel em revisões tarifárias desde 2020, que teriam impedido as contas de luz de aumentarem, em média, 5% desde então. Ainda há R$ 47,6 bilhões a serem ressarcidos aos consumidores. Revisão extraordinária Em nota, a Aneel informou que, desde 2020, tem devolvido os valores relativos à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins. O órgão informou que fará uma revisão extraordinária das tarifas para as companhias que tiveram o reajuste aprovado sem a restituição do imposto. As demais distribuidoras serão atendidas conforme o calendário de revisões tarifárias de 2022. “Ressaltamos que a Aneel já vem realizando esse procedimento desde 2020. Para as distribuidoras que já passaram por processo tarifário em 2022, a Aneel aprovará uma revisão tarifária extraordinária, nos termos da referida lei. Já para as distribuidoras que ainda terão seus processos nos próximos meses, o ajuste será realizado nos processos tarifários ordinários conforme calendário divulgado no site da agência”, destacou o comunicado. Segundo a Aneel, o reajuste médio de 12,04% para os clientes da Enel, que atende 7,6 milhões de unidades consumidoras no estado de São Paulo, já inclui a devolução dos créditos de PIS/Cofins. O órgão informou que 8,7% da composição do índice médio de reajuste, aprovado hoje pela agência reguladora, está relacionado à devolução dos tributos.

Clipping
Duas crianças abaixo de cinco anos morrem por dia em decorrência da Covid-19 no Brasil; Nordeste representa a maior parte

O Brasil tem registrado, em média, duas mortes de crianças menores de cinco anos por Covid a cada dia desde o início da pandemia. Os números são do instituto Observa Infância, ligado ao Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz). Em 2020 e 2021, foram 1439 óbitos no grupo, sendo 48% dos casos eram de crianças com mais de 29 dias e menos de um ano completo. Somente neste ano, foram ao menos outras 291 mortes abaixo dos cinco anos até o último dia 11. A região Nordeste do país apresenta a maior parte das mortes nessa faixa etária, com 43,9% do total, mesmo tendo apenas um terço da população analisada. Na sequência, aparece a região Sudeste, com 24,5% dos óbitos, seguida pelas regiões Norte (18,1%), Centro-Oeste (6,1%) e o Sul (7,3%). “Bebês nessa faixa etária respondem por quase metade dos óbitos registrados entre crianças menores de 5 anos. É preciso celeridade para levar a proteção das vacinas a bebês e crianças, especialmente de 6 meses a 3 anos. A cada dia que passamos sem vacina contra Covid-19 para menores de 5 anos, o Brasil perde 2 crianças”, aponta a epidemiologista e professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) Patricia Boccolini. O pesquisador ponderou, no entanto, que mais estudos seriam necessários para identificar as causas do alto número de mortes de crianças brasileiras se comparadas às de outros países, bem como sobre a concentração dos óbitos nas regiões Norte e Nordeste e de crianças na fase do pós-neonatal. Cristiano Boccoli, outro autor do levantamento, explica que os dados são de óbitos infantis em que a Covid-19 foi registrada como causa principal e aos que a doença foi uma das causas da morte, quando a infecção acentuou um fator de risco ou esteve associada à causa principal de óbito. “Na análise do Observa Infância, consideramos também as mortes em que a Covid-19 agravou um quadro preexistente. Quer dizer, embora nem todas essas crianças tenham morrido de Covid-19, todas morreram com Covid-19”, explicou. Fonte: Edenevaldo Alves

Clipping
Gonzaga Patriota destina recursos para a construção da CEASA em Santa Maria da Boa Vista

Uma boa notícia para os produtores rurais dos Projetos Caraíbas e Fulgêncio, em Santa Maria da Boa Vista. Nesta terça-feira (28), o deputado federal Gonzaga Patriota informou ao prefeito George Duarte que já está disponível uma emenda no valor de R$ 238 mil para o início da construção da CEASA em Caraíbas, que atenderá aos agricultores do Projeto Fulgêncio e demais localidades. O deputado ainda revelou que tem mais duas ordens bancárias para sair no valor de R$ 500 mil, totalizando mais de R$ 700 mil para a construção da Central de Abastecimento. A solicitação foi feita pelos vereadores Pica-pau e Binha do Mercado. “Fizemos essa emenda de 750 mil reais e vamos fazer tantas outras necessárias para a construção da CEASA de Caraíbas, de Santa Maria da Boa Vista. Agradeço aos nossos vereadores Pica-pau e Binha do Mercado pela indicação dessa importante obra para a economia da agricultura da região”, disse Patriota.