Homens do Exército ocupam favelas do Rio

Militares entram nos carros para seguir em direção as comunidades (Foto: Foto: Janaina Carvalho/G1)

A comunidade Gardênia Azul, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, foi a primeira a receber as tropas do Exército. O local recebeu os militares porque é uma das áreas que têm registro da atuação de milícias, conforme informou o RJ TV 1ª Edição desta segunda-feira (1º).

Moradores esperam agora que a presença das tropas traga tranquilidade para o dia da votação. O exército vai circular na região para garantir que fiscais e juízes eleitorais fiscalizem a propaganda irregular e evitar que milicianos influenciem na escolha dos moradores.

A Gardênia Azul era considerada reduto eleitoral do ex-vereador Cristiano Girão. Ele foi preso em 2009, dentro da Câmara Municipal do Rio de Janeirox, acusado de chefiar a milícia que atuava em comunidades da Zona Oeste.

A medida do TRE é para evitar a influência do tráfico de drogas e das milícias na escolha dos moradores. Fiscais e juízes eleitorais vão percorrer as comunidades para reprimir propagandas irregulares

Saída das tropas

Por volta das 11h30 desta segunda-feira (1°), blindados e militares do Exército saíram da Vila Militar em direção as comunidades de Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio, e na favela do Muquiço. Nesta última comunidade, as  tropas chegaram às 12h20.  De acordo com o exército, o primeiro momento é de isolamento da área.  Após essa fase, acontece a entrada efetiva dos militares na comunidade.

O  presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Luiz Zveiter, acompanhou a saída das tropas. “O Exército e a Marinha não estão vindo para ocupar o espaço da Segurança Púbica do estado. O objetivo é exclusivamente focado na área do Tribunal Regional Eleitoral. Já o combate à criminalidade será feito sendo feito pela Policia Militar e pela Polícia Civil, até com um resultado positivo para o Rio de Janeiro”, explicou o desembargador Zveiter.

Dois mil homens do Exército vão patrulhar comunidades não pacificadas da Zona Oeste e mil militares da Marinha estarão no Conjunto de Favelas da Maré, no suburbio da cidade,também não tem unidades de polícia pacificadora. As tropas vão atuar das 8h até as 18h.

Cães vão ajudar  militares (Foto: GUTO MAIA/BRAZIL PHOTO PRESS/AE)Cães ajudam os militares no patrulhamento
(Foto:Guto Maia/BrazilPhotoPrres/AE)

O patrulhamento na Zona Oeste começou pela Gardênia Azul e Muquiço, na segunda-feira (1º). Na terça (2), seguirá para Piraquê, Vila Sapê, Vila Vintém e Vila Cosmos; na quarta (3), é a vez do Terreirão, Rio das Pedras, Vila Kennedy e Barbante; na quinta (4), Anil, Tirol, Antares, Minha Deusa; na sexta (5), Muzema, Jardim Maravilha, Coreia e Carobinha; e sábado (6), Covanca, Caxangá, Sapo e Fumacê.

No Conjunto de Favelas da Maré, a segurança será feita nas comunidades Fogo Cruzado, na segunda-feira (1º). Na terça (2), seguirá para o Morro do Timbau; na quarta (3), Baixa do Sapateiro; na quinta (4), Nova Holanda; na sexta (5); Parque União; e sábado (6), Vila do João.

Várias tanques deixaram o quartel no final da manhã desta segunda-feira (01)  (Foto: Foto: Janaina Carvalho/G1)Várias tanques deixaram o quartel no final da manhã desta segunda-feira. (Foto: Foto: Janaina Carvalho/G1)

Centro de controle e proibição de celular
Durante a reunião do do Presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Luiz Zveiter,  com representantes da Secretaria de Segurança Pública (Seseg), polícias Militar, Civil, Federal, Rodoviária Federal, além da Marinha e do Exército, realizada  no domingo (30), o desembargador Zveiter informou que a partir de sexta-feira (5), será inaugurado no prédio do TRE um centro de controle, que funcionará durante 24 horas até o término das eleições, no domingo (7).

“Este centro será controlado e monitorado pelas Forças Armadas e pelas corporações para garantir maior amplitude na segurança da cidade. Serão usados telões e também GPS para saber a localização dos carros. É um grande aparato”, disse Luiz Zveiter, que explicou ainda que o uso do celular será proibido nas cabines:

“Existe uma lei antiga que proibia, mas ela não tinha consequência. O indicativo que nós temos é que algumas pessoas são influenciadas para votar. O Tribunal resolveu, com base nessa lei, que aquele que tentar descumprir, pode ser preso pelo crime de desobediência, concluiu o presidente.

O blindado urutu do Exército chegou à Favela do Muquiço por volta das 12h20 desta segunda (01) (Foto: Foto: Janaina Carvalho/G1)O blindado urutu do Exército chegou à Favela do Muquiço por volta das 12h20(Foto: Janaina Carvalho/G1)

Em outros sete municípios do estado – São Gonçalo, Cabo Frio, Itaboraí, Campos, Magé, Rio das Ostras e Macaé – as tropas atuarão apenas no domingo das eleições. A decisão do envio das tropas foi tomada na quinta-feira (27), em Brasília, e foi aceita na sexta-feira. Segundo o presidente do TRE-RJ, o acordo para atuação das tropas federais foi fechado, no fim da tarde desta sexta-feira, com o general Antonio Miotto, do Comando Militar do Leste (CML).

O horário de atuação das forças federais na capital do Rio de Janeiro integrou o conjunto de medidas aprovadas em sessão do TSE nesta quinta-feira (27). De acordo com o plano do TSE e do Ministério da Defesa, a presença das tropas das 8h às 18h visa garantir a normalidade do andamento das campanhas eleitorais e não se estenderá a ações de pacificação.

Fonte: G1

Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clipping
Sancionada lei que devolve PIS/Cofins cobrado na conta de luz

Os consumidores de energia elétrica terão aumentos menores nas contas de luz. O presidente Jair Bolsonaro sancionou, sem vetos, a Lei 14.385, publicada hoje (28) no Diário Oficial da União. Aprovado pela Câmara dos Deputados no início do mês, o texto estabelece a devolução do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), imposto estadual, incluído na base de cálculo do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), tributos federais. A lei alterou as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para agilizar a devolução dos valores cobrados a mais no PIS/Cofins. A devolução será feita por meio de aumentos menores nas tarifas de energia. Em 2017, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a exclusão do ICMS do preço que serve como base de cálculo do PIS/Cofins. A corte entendeu que havia dupla tributação (cobrança de um mesmo imposto duas vezes). Em 2021, o STF definiu o alcance da medida, que reveria ser retroativa a 15 de março de 2017. Segundo a Câmara dos Deputados e o Senado, a União deveria devolver R$ 60,3 bilhões em créditos de PIS/Cofins às distribuidoras. Desse total, R$ 12,7 bilhões já foram devolvidos pela Aneel em revisões tarifárias desde 2020, que teriam impedido as contas de luz de aumentarem, em média, 5% desde então. Ainda há R$ 47,6 bilhões a serem ressarcidos aos consumidores. Revisão extraordinária Em nota, a Aneel informou que, desde 2020, tem devolvido os valores relativos à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins. O órgão informou que fará uma revisão extraordinária das tarifas para as companhias que tiveram o reajuste aprovado sem a restituição do imposto. As demais distribuidoras serão atendidas conforme o calendário de revisões tarifárias de 2022. “Ressaltamos que a Aneel já vem realizando esse procedimento desde 2020. Para as distribuidoras que já passaram por processo tarifário em 2022, a Aneel aprovará uma revisão tarifária extraordinária, nos termos da referida lei. Já para as distribuidoras que ainda terão seus processos nos próximos meses, o ajuste será realizado nos processos tarifários ordinários conforme calendário divulgado no site da agência”, destacou o comunicado. Segundo a Aneel, o reajuste médio de 12,04% para os clientes da Enel, que atende 7,6 milhões de unidades consumidoras no estado de São Paulo, já inclui a devolução dos créditos de PIS/Cofins. O órgão informou que 8,7% da composição do índice médio de reajuste, aprovado hoje pela agência reguladora, está relacionado à devolução dos tributos.

Clipping
Duas crianças abaixo de cinco anos morrem por dia em decorrência da Covid-19 no Brasil; Nordeste representa a maior parte

O Brasil tem registrado, em média, duas mortes de crianças menores de cinco anos por Covid a cada dia desde o início da pandemia. Os números são do instituto Observa Infância, ligado ao Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz). Em 2020 e 2021, foram 1439 óbitos no grupo, sendo 48% dos casos eram de crianças com mais de 29 dias e menos de um ano completo. Somente neste ano, foram ao menos outras 291 mortes abaixo dos cinco anos até o último dia 11. A região Nordeste do país apresenta a maior parte das mortes nessa faixa etária, com 43,9% do total, mesmo tendo apenas um terço da população analisada. Na sequência, aparece a região Sudeste, com 24,5% dos óbitos, seguida pelas regiões Norte (18,1%), Centro-Oeste (6,1%) e o Sul (7,3%). “Bebês nessa faixa etária respondem por quase metade dos óbitos registrados entre crianças menores de 5 anos. É preciso celeridade para levar a proteção das vacinas a bebês e crianças, especialmente de 6 meses a 3 anos. A cada dia que passamos sem vacina contra Covid-19 para menores de 5 anos, o Brasil perde 2 crianças”, aponta a epidemiologista e professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) Patricia Boccolini. O pesquisador ponderou, no entanto, que mais estudos seriam necessários para identificar as causas do alto número de mortes de crianças brasileiras se comparadas às de outros países, bem como sobre a concentração dos óbitos nas regiões Norte e Nordeste e de crianças na fase do pós-neonatal. Cristiano Boccoli, outro autor do levantamento, explica que os dados são de óbitos infantis em que a Covid-19 foi registrada como causa principal e aos que a doença foi uma das causas da morte, quando a infecção acentuou um fator de risco ou esteve associada à causa principal de óbito. “Na análise do Observa Infância, consideramos também as mortes em que a Covid-19 agravou um quadro preexistente. Quer dizer, embora nem todas essas crianças tenham morrido de Covid-19, todas morreram com Covid-19”, explicou. Fonte: Edenevaldo Alves

Clipping
Gonzaga Patriota destina recursos para a construção da CEASA em Santa Maria da Boa Vista

Uma boa notícia para os produtores rurais dos Projetos Caraíbas e Fulgêncio, em Santa Maria da Boa Vista. Nesta terça-feira (28), o deputado federal Gonzaga Patriota informou ao prefeito George Duarte que já está disponível uma emenda no valor de R$ 238 mil para o início da construção da CEASA em Caraíbas, que atenderá aos agricultores do Projeto Fulgêncio e demais localidades. O deputado ainda revelou que tem mais duas ordens bancárias para sair no valor de R$ 500 mil, totalizando mais de R$ 700 mil para a construção da Central de Abastecimento. A solicitação foi feita pelos vereadores Pica-pau e Binha do Mercado. “Fizemos essa emenda de 750 mil reais e vamos fazer tantas outras necessárias para a construção da CEASA de Caraíbas, de Santa Maria da Boa Vista. Agradeço aos nossos vereadores Pica-pau e Binha do Mercado pela indicação dessa importante obra para a economia da agricultura da região”, disse Patriota.